Home > Notícias

Copa do Mundo desacelera crescimento do mercado de PCs

Jogos "destraíram" os consumidores e reduziram o crescimento das vendas para 9,7% no período, contra 12,9% do primeiro trimestre

Por Dan Nystedt, para o Computerworld*

20/07/2006 às 11h17

Foto:

Jogos "destraíram" os consumidores e reduziram o crescimento das vendas para 9,7% no período, contra 12,9% do primeiro trimestre

O mercado de computadores pessoais apresentou desaceleração durante o segundo trimestre de 2006 motivado pela Copa do Mundo, que acabou por distrair boa parte dos consumidores e reduzir as perspectivas de vendas, aponta relatório da IDC.

O crescimento das vendas no período foi de 9,7%, inferior ao verificado no primeiro trimestre do ano, de 12,9%. O número total de máquinas comercializadas atingiu 52,08 milhões.

"Apesar de o crescimento nas vendas permanecer, aconteceram alterações inesperadas no desempenho regional. O estoque restante do primeiro trimestre e a distração que apresentou a Copa do Mundo comprometeram o crescimento do mercado principalmente na Europa", informou um pesquisador da consultoria.

As vendas de PCs na Europa subiram apenas 7% no período de abril a junho, comparadas a 14% de elevação no primeiro trimestre. Na região da Ásia e Pacífico, excluindo o Japão, o crescimento continuou expressivo, em virtude principalmente do desempenho da China. A Índia e a Coréia do Sul, porém, cresceram em um ritmo inferior ao esperado, a 18% ao ano.

Entre os fabricantes, a Dell liderou o mercado, com 9,99 milhões de unidades vendidas e 19,2% de participação. A HP apareceu em segundo lugar com 8,27 milhões de computadores comercializados e 15,9% de participação. A Lenovo foi a terceira colocada, com 4,01 milhões de equipamentos vendidos - 7,7% do mercado.

No ranking aparecem ainda Acer (5,4% de participação), Fujitsu/Siemens (3,4%), e outros fabricantes, que juntos totalizaram 25,25 milhões de computadores.

Ponto convergente

Apesar de diferentes números de unidades, um levantamento do Gartner constatou a mesma tendência de desaceleração no mercado verificada pela IDC. Segundo o levantamento, as vendas de PCs subiram 11% no período, atingindo 54,9 milhões de unidades. No primeiro trimestre, o instituto havia contabilizado crescimento de 13,1%.

*Dan Nystedt é editor do IDG News Service, em Taipei.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail