Home > Notícias

MEC iniciará testes em colégios com notebooks de US$ 100

Governo planeja iniciar piloto do notebook educacional em até três escolas em setembro, como maneira para balizar projeto pedagógico

Por Guilherme Felitti, repórter do IDG Now!

24/07/2006 às 12h18

Foto:

Governo planeja iniciar piloto do notebook educacional em até três escolas em setembro, como maneira para balizar projeto pedagógico

O Ministério da Educação introduzirá notebooks educacionais do projeto One Laptop per Child (OLPC) a partir de setembro em determinados colégios brasileiros.

A introdução será feita em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI) da USP, o Centro de Pesquisas Renato Archer (CemPra) e a Fundação Certi, responsáveis pelos estudos de viabilização do notebook educacional no país.

O projeto piloto terá como propósito testar como as aulas poderão ser exploradas por alunos e professores com a introdução do notebook de baixo custo em salas de aula brasileiras.

"O projeto pretende medir como muda a dinâmica na sala de aula com notebooks educacionais. Queremos entender como ampliar as possibilidades de determinado professor e como será o comportamento dos alunos", afirma Roseli Lopes, coordenadora do Núcleo de Aprendizado, Trabalho e Entretenimento.

Serão dois colégios no Brasil escolhidos para receberam as máquinas como teste, sendo que um possivelmente será na cidade de São Paulo, de acordo com a pedagoga.

Além de oferecer os notebooks, Lopes revela que os grupos pretendem montar redes de acesso sem fio do tipo WiMesh para que alunos e professores participantes do projeto testem a interação do notebook em ambiente doméstico.

Como parte do projeto pedagógico planejado, a aliança entre SLI e MEC também será responsável por instruir professores sobre a plataforma e atividades possíveis com o notebook, em um "trabalho de sensibilização", como define a pedagoga.

O começo do projeto piloto ainda não tem data definida para se concretizar. Com a intenção de começar "o mais rápido possível", Lopes estima que as primeiras reuniões para instruções pedagógicas com professores e a entrega dos notebooks deverá acontecer em setembro.

Atualmente, os grupos se concentram em diminuir a lista com 15 e 20 colégios com estrutura suficiente para condicionar o projeto piloto. Segundo a pedagoga, o investimento em equipamentos e redes sem fio deverá ser arcado pelos patrocinadores da organização OLPC.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail