Home > Dicas

Prepare suas fotos para impressão

É cada vez mais fácil mandar fotografias digitais diretamente da câmera para a impressora, mas alguns ajustes rápidos no computador tornarão o resultado muito melhor

31/07/2006 às 10h05

Foto:

Balao imagemÉ cada vez mais fácil mandar fotografias digitais diretamente da câmera para a impressora, mas alguns ajustes rápidos no computador tornarão o resultado muito melhor

Embora nem todo mundo saiba, quando levamos um filme fotográfico para  revelar, o laboratório não se limita a fazer o negativo e ampliar as fotos como eles estão. Na verdade, são realizados ajustes antes da impressão e a qualidade das cópias dependerá da destreza do funcionário que os fizer. Portanto, apesar da tentação de se tirar uma foto digital e conectar a câmera ou o cartão de memória diretamente a uma impressora, devemos também fazer alguns ajustes com imagens digitais para garantir um bom resultado.

Se, antes de imprimir, você passar pelo computador e fizer alguns ajustes básicos em cada imagem, não perderá muito tempo e a melhora será enorme. Estes ajustes são, principalmente, de luminosidade, contraste, cor e foco. Há livros e centenas de páginas de explicações e estudos sobre cada um deles, além de inúmeros métodos diferentes de ajuste, mas a seguir você encontrará algumas formas simples e bem rápidas de melhorar suas fotos.

Como convenção, usaremos os comandos do editor de imagens Adobe Photoshop, um dos mais usados do mercado. Os termos, porém, são comuns aos programas do gênero e você poderá sem grande dificuldade usar as dicas em outro software de sua preferência, desde que ele aceite o trabalho com camadas (layers). Trabalhar com layers possibilita desfazer ou modificar qualquer ajuste em qualquer momento se o resultado não for satisfatório. Portanto, não usaremos os ajustes diretos do menu Image / Adjustment, mas sim o comando Layers / New Adjustment Layer.
++++
1. Ajuste de cor

Ajustes Color 1Não é a mesma coisa fotografar às três da tarde e ao amanhecer. Quando olhamos para uma paisagem, por exemplo, o nosso cérebro se encarrega de corrigir diferenças de luminosidade e cor.  A câmera, da mesma forma, pode corrigi-las através do balanço de branco, porém, se o ajuste não for exato, o resultado será a predominância de uma cor. Na foto ao lado, o dia estava um pouco nublado e não usamos o balanço de branco adequado, o que fez com que, embora não pareça, exista uma predominância do azul. Para acabar com isso, em vez de usar o Color Balance, vamos empregar uma técnica que não exige a avaliação de qual é a cor predominante.

Primeiro, amplie uma zona que deveria ser neutra (branca ou cinza) para trabalhar melhor. Clique no conta-gotas e segure o mouse pressionado para selecionar a ferramenta Color Picker. Observando os valores RGB na palheta Info, escolha um tom que deveria ser neutro, mas não é. Na foto, aparecerá o ícone de uma mira com o número 1 ao lado e, na palheta Info, poderemos monitorar as mudanças de cor que vamos fazer sobre a foto, tendo como referência a cor deste ponto.

Na palheta Layers, clique na flecha do canto superior direito para criar uma nova  camada por cima da imagem. Agora selecione a ferramenta Paint Bucket, segure pressionada a tecla Alt e clique na mira criada anteriormente para capturar a cor da nossa amostra. Agora, sem o Alt pressionado, volte a clicar em qualquer lugar no interior da imagem, de modo que o pote de tinta preencha toda a camada que criamos com a cor da amostra, fazendo a nossa foto desaparecer sob essa camada.  Depois, tecle Ctrl + I para inverter a imagem e obter a cor complementar à dominante que queremos eliminar.

Para terminar, na palheta Layers selecione o modo de mistura Color e ajuste a opacidade no deslizador do lado direito. Ao fazer isso, observe os valores da palheta Info para a nossa amostra de cor e vá aproximando lentamente até conseguir que os valores  dos canais R, G e B sejam iguais, ou o mais próximos possível.
++++
2. Ajuste de níveis

NivelesAjustar a cor pode ter afetado os níveis de brilho e contraste, por isso ajustar estes níveis deve ser a próxima operação. Acrescente uma camada de ajuste de níveis e aparecerá uma janela com o histograma. No nosso exemplo ao lado, vemos que temos muitos brancos (no céu) e poucos tons escuros. A imagem melhorará se ajustarmos os extremos do histograma.

Para isso, clique com o mouse no deslizador preto da esquerda e mova-o enquanto pressiona a tecla Alt. Pressionando Alt, toda a imagem se tornará branca e irá aparecendo conforme o movimento do mouse. Quando aparecerem zonas de cor, quer dizer que essa cor já está saturada ao máximo, quando aparecerem zonas negras, significa que essa parte  ficará completamente preta, sem nenhum detalhe. Como isso não é o que queremos, solte o mouse um pouco antes de começarem a aparecer os primeiros pontos negros.

Com o deslizador do ponto branco podemos fazer o mesmo, mas neste caso a imagem ficará negra e começarão a aparecer  zonas brancas que devemos evitar. Como o histograma já está muito deslocado para a direita, no nosso caso não será necessário fazer nenhum ajuste. Para terminar com a camada de níveis, mova o deslizador central para ajustar os tons médios. É conveniente que sejam deixados um pouco claros, pois no próximo passo serão escurecidos.

3. Melhore o contraste

ContrastePara modificar o contraste, crie uma camada de ajuste de curvas. Na  realidade, o passo anterior também poderia ter sido ajustado através de curvas, porém é mais intuitivo e simples utilizar os níveis. O que nos interessa é que os tons se dividam do mesmo modo que no histograma, para evitar erros – isto é, os pontos negros para a esquerda e os brancos à direita. Se, no canto inferior esquerdo do gráfico está a aparte branca das barras de diminuição, clique com o mouse na flecha dupla que existe na metade da barra horizontal elas se inverterão.

Para aumentar o contraste, precisamos dar forma de S para a curva. Clique em um ponto aproximadamente em sua quarta parte inferior e o desloque levemente para baixo. Depois, outro ponto no quarto superior e o desloque para cima.
++++
4. Saturação de cor

SaturacionQuando ajustamos a cor, perdemos muita saturação que não foi recuperada com o ajuste de níveis e de contraste. Corrigiremos isso agora. Crie outra camada, neste caso de saturação (Hue/Saturation), e mova para a direita o controle de saturação.

Assim, terminamos de ajustar tudo o que se refere à luz da imagem. Se for necessário, é possível desfazer ou modificar qualquer uma das mudanças indo para a camada correspondente por meio da palheta Layers.

Observe que a amostra de cor que obtivemos no princípio continua indicando uma cor neutra. É aconselhável guardar uma cópia dessa imagem em formato PSD. Assim, apesar de ocupar mais espaço em disco, o arquivo manterá todas as camadas criadas e permitirá a modificação destas a qualquer momento. No próximo passo, combinaremos as camadas e, ao fazê-lo, perderemos a possibilidade de voltar aos passos dados anteriormente.

5. Foco

EnfoqueEmbora a lente estivesse perfeitamente em foco, todas as câmeras digitais produzem imagens com uma ligeira falta de nitidez, devido às características intrínsecas ao sensor. Devemos ajustar o foco no último passo e somente depois de ter fixado o tamanho da impressão, pois o ajuste afeta a relação de cada pixel com seus adjacentes e, no caso de um redimensionamento, eles seriam modificados significativamente.

Em primeiro lugar, combine as camadas da imagem clicando na flecha do canto superior direito da palheta Layers e selecionando Flatten Image. Em seguida, abra o menu Image / Canvas Size e certifique-se de que a caixa Constrain proportions está selecionada. Ajuste a resolução para 300 pixels/inch e defina o tamanho que terá a impressão – no nosso caso, 15 x 20 centímetros.

Deixe controle de zoom em 100% (o ideal para ajuste de foco) e navegue pela imagem até uma zona que tenha texturas. Clique em Filter / Sharpen / Unsharp Mask. Na janela que aparecer, ajustaremos a Amount para o máximo, e o Radius e o Threshold para o mínimo.

Agora, vá subindo o Radius pouco a pouco até que apareçam alguns halos ao redor dos detalhes da textura. Quando os halos deixarem de ser aceitáveis, pare. O passo seguinte é reduzir o Amount para que os halos sejam menos visíveis. Observe as bordas contrastadas e as texturas.

Para terminar, desloque o conteúdo da janela de amostra dentro da caixa Unsharp Mask até uma zona de cores lisas, sem textura, e aumente o Threshold até que não apareça ruído visível. Clique OK e salve o arquivo como JPG de qualidade máxima.

Pronto. Agora, sim, é só mandar a foto para a impressora.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail