Home > Notícias

Mercado de vídeo online irá crescer 10 vezes nos próximos 4 anos

Estudo da In-Stat afirma que crescente penetração de banda larga atrairá grandes portais e redes de TV para o nicho de vídeo online

Por Redação do IDG Now!

07/08/2006 às 14h18

Foto:

Estudo da In-Stat afirma que crescente penetração de banda larga atrairá grandes portais e redes de TV para o nicho de vídeo online

Levantamento publicado pela consultoria In-Stat afirma que o alcance mundial do mercado de vídeo online deverá aumentar dez vezes em apenas quatro anos, turbinado pela penetração da banda larga.

O número de lares que recebem e acessam conteúdo de vídeo deverá saltar dos 13 milhões registrados em 2005 para 131 milhões até 2010, segundo o estudo.

A principal razão para o aumento abrupto de interesse é o crescente alcance das conexões domésticas de banda larga.

A pesquisa afirma que o número de lares que acessam a internet em alta velocidade mais que dobrará durante o mesmo período, saltando dos 194 milhões pontos de acesso referentes a 2005 a mais de 413 milhões de conexões até 2010 em todo o mundo.

A maior penetração também deverá ser sentida no aumento do interesse dos usuários por vídeo, com a oferta cada vez maior de conteúdo online, diz a consultoria, sem apontar dados.

"O futuro da televisão está lentamente sendo moldado online, onde grandes portais estão descobrindo maneiras de lucrar com serviços de vídeo que seguem usuários em diferentes máquinas durante o dia", afirmou Gerry Kaufhold, analista da In-Stat.

A crescente popularidade do vídeo online deverá forçar grandes portais, como Google, MSN, Yahoo e Apple, a ofereceram conteúdo para o setor, o que poderá representar dificuldade maior ainda para canais convencionais de TV.

A falta de experiência com internet fará com que tradicionais redes de televisão enfrentem mais problemas do que simplesmente a concorrência dos portais na formulação de serviços como Pay-TV, em que o usuário recebe programação em IP específica, segundo Kaufhold.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail