Home > Notícias

F-Secure detecta nova variante agressiva de vírus para celular

Commwarrior.Q faz com que celular envie mensagens MMS durante a madrugada e se conecta a diferentes arquivos do Symbian

Por Jeremy Kirk, para o IDG Now!*

07/08/2006 às 14h14

Foto:

Commwarrior.Q faz com que celular envie mensagens MMS durante a madrugada e se conecta a diferentes arquivos do Symbian

Hackers que escrevem ameaças para telefones celulares estão aptos a fazerem estragos novamente. A empresa de segurança F-Secure detectou uma nova variante do agressivo worm russo Commwarrior com alarmantes novas ameaças.

Como suas versões anteriores, o Commwarrior.Q infectará o telefone usando uma conexão Bluetooth, um cartão de memória infectado no aparelho ou por mensagens multimídia MMS, disse a empresa.

O Commwarrior.Q não está se infestado amplamente. Mas o worm conta com novas funções que o torna particularmente mais agressivo e o coloca como um dos malwares para celulares mais complexos já criados, segundo análise de Antti Vihavainen, vice-presidente de segurança móvel da F-Secure.

A praga enviará continuamente mensagens de MMS da meia-noite até às 7 horas da manhã para pessoas dentro doa agenda de contatos do aparelho infectado, formatando uma mensagem de texto ao arquivo enviado, o que faz com que o recado pareça legítimo, disse Vihavainen.

Após as 7 horas da manhã, porém, o Commwarrior.Q para sua ação, e começa a procurar por outros telefones com Bluetooth ativado para manter a infecção.

O Commwarrior.Q infecta arquivos dentro do sistema operacional Symbian OS chamados de SIS. Ao contrário de seus antecessores, os arquivos SIS que o Commwarrior.Q infecta são aleatórios, o que torna a detecção da infecção difícil de identificar. Versões anteriores do Commwarrior usavam o mesmo documento, disse a F-Secure.

O novo vírus não causa danos ao telefone, disse Vihavainen, mas o usuário poderá ter prejuízo financeiros causado pelo volume de mensagens MMS enviadas durante a noite, disse ele.

O Commwarrior.Q afeta telefones celulares Symbian Series 60 que usam as versões posteriores à 8.1 do sistema operacional Symbian OS, segundo a F-Secure.

Usuários podem perceber que foram infectados facilmente, já que o Commwarrior.Q reproduz uma página de HTML no visor do aparelho que afirma: "Sem pânico, por favor. É muito interessante tem um vírus em seu próprio celular".

A primeira versão do Commwarrior foi detectada em 2005, e diversas variantes já foram descobertas. Uma das versões, chamadas de Commwarrior.B, envia diversos MMSs, esgotando a bateria do telefone. Ao ser carregado novamente, o aparelho não liga normalmente.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail