Home > Notícias

Na hora de se informar, jovens brasileiros preferem internet à TV

Pesquisa aponta que, ao lado de jovens dos EUA e Rússia, brasileiros utilizam a rede como ponto central de informação em suas vidas

Por Redação da Computerworld

10/08/2006 às 14h34

Foto:

Pesquisa aponta que, ao lado de jovens dos EUA e Rússia, brasileiros utilizam a rede como ponto central de informação em suas vidas

Assim como a televisão desempenhou papel significativo para as gerações passadas, a internet está se tornando rapidamente a principal fonte de informação e comunicação para a juventude atual.

Essa é a conclusão de um estudo conduzido pela IDC em parceria com a RKM Research, que pesquisou 302 jovens entre 15 anos e 24 anos no Brasil, Estados Unidos e Rússia.
Utilizando medidas implícitas e explícitas, a IDC avaliou o comportamento e as percepções dos jovens sobre internet e televisão.

Em geral, o estudo apontou associações relativamente fortes entre televisão e conceitos negativos - como os adjetivos "chata" e “inconveniente”, entre outros. Ao contrário, as associações relativas à internet tendem a ser positivas – classificações “necessária” e “importante” foram comuns.

“O crescimento da aceitação da internet como ponto central nas vidas dos jovens têm implicações econômicas significativas. Muito desse sucesso vai depender da habilidade dos anunciantes em entender e atender às percepções e preocupações com a população jovem atual”, afirma o relatório preparado pelo vice-presidente de pesquisas da IDC, Carol Glasheen.

Em comparação entre os três países, o Brasil aparece como aquele com maior tempo de acesso à internet, embora os norte-americanos estejam mais propensos a utilizar a rede todos os dias. Quase todos os jovens russos utilizam a internet para acessar notícias, ao passo em que apresentam menores índices de compra online.

Líderes mundiais

O último levantamento do IBOPE//NetRatings confirma essa tendência de que os internautas brasileiros lideram em tempo de navegação.

Segundo o órgão, o Brasil se manteve líder em navegação residencial em junho, com uma média de 20 horas e 33 minutos (contra 20 horas e 25 minutos no mês anterior).

O número de internautas conectados de suas casas cresceu 1,1%, totalizando 13,4 milhões de usuários

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail