Home > Notícias

Serviço de blogs Blogger é desbloqueado novamente na China

Site do Google se torna acessível após quatro anos de censura, um dia após buscador ser acusado de bloquear conteúdo por conta própria

Por Sumner Lemon, para o IDG Now!*

11/08/2006 às 11h21

Foto:

Site do Google se torna acessível após quatro anos de censura, um dia após buscador ser acusado de bloquear conteúdo por conta própria

O Blogger, serviço de blogs gratuito do Google, está mais uma vez acessível em Pequim sem o uso de um servidor proxy específico, indicando que os esforços do Governo em bloquear o site falharam.

O acesso ao Blogger foi restaurado na quinta-feira. O site ficou amplamente inacessível a partir da China desde 2002, quando censores do Governo aparentemente bloquearam acesso ao buscador e outros serviços do Google.

No ano passado, o Blogger ficou acessível durante um período de três meses que durou de outubro até dezembro, quando o serviço voltou a ser bloqueado.

O anúncio da liberação provisória do Blogger na China vem um dia depois da organização Human Rights Watch acusar serviços de buscas do Yahoo, MSN e Google de bloquearem conteúdo considerado subversivo pelo Governo Chinês por conta própria.

Levantamento divulgado pelo grupo afirma que o buscador local Baidu permite o acesso ao conteúdo, o que faz com que o bloqueio seja feito pelos provedores.

Autoridades chinesas raramente discutem suas medidas de censura na internet. A falta de explicações torna difícil determinar quando um site foi bloqueado ou não está acessível por razões técnicas. No entanto, em casos como o Blogger, onde o endereço está inacessível por grandes períodos de tempo, a razão é geralmente intervenção do Governo.

O bloqueio ao acesso ao Blogger não afetou a crescente popularidade dos blogs da China. Cerca de 24% dos 123 milhões de usuários online no país lêem blogs frequentemente, de acordo com um recente estudo pelo Centro de Informações de Internet da China, que registra hábitos online no país.

Atualmente, existem dezenas de sites chineses que oferecem serviços de blog trazidos por empresas norte-americanas, como o MSN Spaces, da Microsoft, e o TypePad, da Six Apart, que podem ser acessados a partir da China.

*Sumner Lemon é editor do IDG News Service, em Pequim.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail