Home > Notícias

Falha de segurança do HSBC deixa 3,1 milhões de contas vulneráveis

Segundo jornal inglês The Guardian, três mil clientes do HSBC estão vulneráveis a uma fraude via internet há quase dois anos

Por Redação do IDG Now!

11/08/2006 às 10h41

Foto:

Segundo jornal inglês The Guardian, três mil clientes do HSBC estão vulneráveis a uma fraude via internet há quase dois anos

Um dos maiores bancos mundiais, o HSBC, deixou 3,1 milhões contas de clientes ingleses expostas a possíveis fraudes durante dois anos, segundo o jornal britânico The Guardian.

A descoberta foi feita por um grupo de pesquisadores da Universidade Cardiff, que notificou que qualquer usuário que se aproveitasse da falha poderia acessar uma determinada conta dentro de nove tentativas.
Os pesquisadores pretendem dar detalhes sobre a falha em publicações especializadas em segurança ainda este ano, mas decidiram torná-la pública em razão por considerá-la muito séria.

O HSBC se pronunciou dizendo "que está sempre investindo na atualização dos serviços de segurança, examinando todos os problemas de perto".

De acordo com o líder do grupo de pesquisas da Universidade Cardiff, o professor Antonia Jones, “os bancos garantem que o dinheiro do cliente está seguro, mas enquanto houver esta falha, haverá o risco”.

A falha está ligada com o acesso de clientes pelo internet banking do HSBC. Alguns vírus ou ferramentas salvam as senhas utilizadas em um determinado computador. Em seguida a senha pode ser descoberta.

O HSBC disse que irá investigar o erro e chamou de uma “suposta falha” e afirmou que sofre menos fraudes que outros bancos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail