Home > Notícias

Norte-americano pode pegar 15 anos de prisão por interceptação de e-mail

Depois de sair da empresa, norte-americano acessou e-mail de dois ex-chefes. Se condenado, pode pegar até 15 anos

Por Grant Gross, para o IDG Now!

11/08/2006 às 10h45

Foto:

Depois de sair da empresa, norte-americano acessou e-mail de dois ex-chefes. Se condenado, pode pegar até 15 anos

Um homem em Salt Lake City, nos Estados Unidos, pode ser condenado a mais de 15 anos de prisão por ter interceptado e-mail de dois de seus chefes, informou o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ, da sigla em inglês).

William K. Dobson, 55, foi acusado de acessar o sistema de e-mail de uma empresa de tecnologia de Utah depois de deixar a companhia.

Ele foi acusado de interceptar comunicação eletrônica e obter informação de um computador protegido, de acordo com o DOJ, que não forneceu o nome do empregador do Dobson.

Ele programou o seu computador pessoal para fazer o download das mensagens por mais de um mês, depois que o FBI investigou o caso e descobriu a sua conexão.

Se condenado, Dobson pode enfrentar uma sentença superior a 15 anos na prisão e uma multa superior a 250 mil dólares.

Grant Gross é editor do IDG News Service, em Washington.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail