Home > Notícias

HP anuncia que prestará suporte ao Debian Linux em servidores

O suporte será fornecido diretamente pela HP, e não por terceiros, como parte do contrato de garantia de servidores Debian

Por Robert Mullins, para o IDG Now!*

14/08/2006 às 10h13

Foto:

O suporte será fornecido diretamente pela HP, e não por terceiros, como parte do contrato de garantia de servidores Debian

A HP anunciou que vai prestar suporte aos seus clientes que adotarem a distribuição Debian Linux, versão gratuita do sistema operacional open source, em servidores, tornando-se a primeira grande fornecedora a se comprometer com a oferta não-comercial do Linux.

A companhia vai suportar o Debian Linux nos servidores ProLiant e HP BladeSystem, e também no que diz ser o primeiro thin client de uma grande fornecedora baseado em Debian Linux e customizável, o novo HP t5725 Thin Client.

A decisão da HP de dar suporte aos usuários do Debian Linuxse deve-se ao fato de a companhia vir fornecendo servidores rodando o sistema operacional nas áreas de telecomunicações e computação de alta performance, disse Jeffrey Wade, gerente de marketing para Linux e open source da HP, lembrando que o relacionamento da HP com o Debian remete a 1995.

O suporte será fornecido diretamente pela HP, e não por terceiros, como parte do contrato de garantia dos servidores Debian Linux. Segundo o gerente, a companhia atenderá as ligações dos clientes para resolver problemas do sistema - ao contrário de fornecedores OEM, que muitas vezes apenas fornecem informações técnicas prontas na internet.

Algumas grandes companhias estão se voltando ao Debian para fugir das altas taxas de assinatura cobradas por distribuições Linux como Red Hat, Novell SUSE e outras, disse Wade.

O Debian é uma versão gratuita do Linux criada por um grupo de cerca de mil voluntários globais, via internet. A próxima atualização do sistema, o Debian GNU/Linux 4.0, está programa da para dezembro.

Embora não tenha sido amplamente adotado no início, trazendo problemas de interoperabilidade com aplicações, o Debian “amadureceu, assim como o Linux”, disse Gordon Haff, analista da empresa de pesquisas Illuminata.

“Isto é algo realmente novo. Um fornecedor de primeiro nível prestando suporte de primeiro nível ao Debian”, apontou. O suporte direto pode dar uma vantagem competitiva à HP, embora existam fornecedores provendo suporte a servidores Dell, IBM e de outras marcas rodando o sistema, opinou o analista.

A IBM divulgou um comunicado dizendo que provê suporte a usuários corporativos do Debian Linux sob acordos específicos.

A HP também anunciou na segunda-feira (15/08) que já vendeu mais de 1,5 milhão de servidores Linux desde 1998, faturando algo próximo a 6,2 bilhões de dólares no segmento - um acréscimo de 50% sobre o competidor mais próximo.

*Robert Mullins é editor do IDG News Service, em São Francisco.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail