Home > Notícias

Software ajuda pais a identificarem problemas de visão nos filhos

Disponível online, a ferramenta de testes de visão não substitui oculista, mas ajudar a saber se é hora de consultá-lo

Por Redação do IDG Now!

17/08/2006 às 10h33

Foto:

Disponível online, a ferramenta de testes de visão não substitui oculista, mas ajudar a saber se é hora de consultá-lo

O Instituto Penido Burnier, de Campinas, passa a oferecer em seu site uma ferramenta gratuita para testes de visão, voltada a ajudar os pais a verificarem se seus filhos têm problemas de visão, prevenindo doenças oculares.

O software gratuito também está sendo utilizado no projeto Mais Visão, que fará exames de visão em mais de 27 mil crianças das escolas públicas de Campinas, que participam do projeto. Aquelas que apresentarem alteração visual recebem atendimento médico e óculos gratuitos.

O software oferece testes baseados em três tipos de tabela – Snellen (gancho), figuras e alfabeto. A diversificação permite que ele seja aplicado a todas as faixas etárias, embora não seja substituível pelo exame clínico do especialista - ou seja, em caso de suspeita de problemas de visão, consulte é indispensável consultar o oculista de sua confiança.

Também pode ser feito pela web o teste para daltonismo que, segundo  o Instituto, atinge 8% da população mundial na proporção de 7 homens para cada mulher.

Segundo o balanço da última edição do projeto Mais Visão, realizada em 2005, para os professores, 50% das crianças que receberam os óculos tiveram melhora no rendimento escolar. A avaliação dos professores também mostra que 51,1% conseguem desenvolver atividades que antes não conseguiam, 57% concentram-se mais, 49% finalizam tarefas que antes não terminavam e 36,2% estão menos agitada.

Para os pais, 88% das crianças têm maior interesse pelos estudos e concentram-se mais nas tarefas. Eles também afirmam que as crianças que sentiam dor de cabeça pararam de se queixar, 68% não se incomodam em usar óculos e que 91% conseguem realizar tarefas que antes não conseguiam.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail