Home > Notícias

Intel apresenta nova linha Merom de processadores para notebooks

Conhecida popularmente como Core 2 Duo, a nova linha tem melhor desempenho para portáteis e sucederá os dispositivos Core Duo

Por Ben Ames, para o IDG Now!

30/08/2006 às 10h25

Foto:

Conhecida popularmente como Core 2 Duo, a nova linha tem melhor desempenho para portáteis e sucederá os dispositivos Core Duo

A Intel lançou oficialmente nesta segunda-feira (28/08) sua linha de chips "Merom", com cinco dispositivos para notebooks ao mesmo tempo em que empresas como Alienware, Gateway e Toshiba America anunciaram produtos baseados no novo processador.
 
A empresa irá utilizar este chip para atualizar sua plataforma de tecnologia móvel Centrino formado pelo processador propriamente dito junto ao chipset móvel e à placa de comunicação sem fio.
 
O Merom é o terceiro anúncio feito pela Intel nesses últimos meses a partir da sua nova na microarquitetura Core 2 Duo de 65 nanômetros. Antes dele, a empresa já havia anunciado o Xeon 5100 "Woodcrest" para servidores em junho e o Core 2 Duo "Conroe" para desktops em julho desse ano.
 
Um laptop equipado com um Core 2 Duo no lugar de um Pentium M irá proporcionar o dobro do desempenho da CPU, consumindo 28 % a menos de bateria, disse Dadi Perlmutter, vice-presidente sênior do grupo de mobilidade da Intel.
 
A Intel espera que o Merom possa interromper a perda de mercado em favor do processador móvel Turion 64 X2 produzido pela sua rival AMD.
 
Em termos de vendas mundiais de chips para notebooks, a Intel tem visto sua fatia de mercado cair de 87,6% no primeiro trimestre de 2005 para 86% no primeiro trimestre de 2006 de acordo com pesquisas do instituto Gartner.

Essa queda tem sido mais acentuada nos EUA onde a Intel desabou de 81% do mercado em junho de 2005 para 66% em junho de 2006, segundo análises atuais.
 
Futuros lançamentos
 Desde o instante que a Intel começou a entregar o Core 2 Duo para seus distribuidores no mês passado, os fabricantes já desenvolveram pelo menos 200 projetos de notebooks com o novo chip.

Fora isso, o novo dispositivo também já faz parte da plataforma ViiV voltada para PCs de entretenimento.
 
De fato, o Core 2 Duo irá proporcionar melhor capacidade para  multitarefa, tratamento de aplicações multimídia e autonomia de bateria, disse a Alienware que irá utilizar o Merom em três dos seus notebooks topo de linha para jogadores.
 
A empresa irá usar o Core 2 Duo no seu Area-51 m5750, que tem tela de 17"; no m5550, com tela de 15,4" e no Sentia m3450, com tela de 14,1".
 
A Gateway por sua vez irá vender seus notebooks com Core 2 Duo a partir do final de agosto, afirmando que o novo chip irá acelerar o processamento de dados e a eficiência geral para usuários móveis de negócios.
 
A empresa usará o Merom tanto na sua linha de notebooks corporativos M255-E, M285-E, M465-E e M685-E quanto nos modelos voltados para usuários finais como o NX260X, NX560, NX860X e CX210X.
 
Do mesmo modo, a Toshiba anunciou que poderá usar o novo chip no seu Qosmio G35-AV660, um notebook multimídia equipado com um leitor de HD-DVD e dois discos rígidos de 120 GB para gravar programas de TV e arquivos de musica.
 
Incorporar esse novo e poderoso chip aos avançados recursos de áudio e vídeo desse notebook irá melhorar ainda mais seu desempenho na reprodução de HD-DVDs assim como em músicas, jogos, TV, edição de video e multitarefas, disse Jeff Barney, vice-presidente de marketing da divisão de produtos digitais da Toshiba.
 
Apesar da sua alta capacidade de processamento, o Core 2 Duo ainda é o processador móvel de núcleo duplo mais eficiente em termos de consumo de energia, poupando recursos ao mesmo tempo que reduz o ruído do ventilador e a geração de calor, disse o executivo.
 
Essa eficiência energética pode recuperar a confiança dos consumidores que ficaram temerosos depois dos recentes relatos de notebooks se superaquecendo ou pegando fogo.
 
No mês passado, a Dell e a Apple Computer fizeram um recall de um total de 5,9 milhões de baterias defeituosas fabricadas pela Sony Energy Devices, com a Apple aconselhando seus usuários a ligar seus portáteis na tomada enquanto esperam de quatro a seis semanas por uma bateria de substituição que deve chegar pelo correio.

*Ben Ames é editor do IDg News Service, em São Francisco.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail