Home > Notícias

Computador de aluguel

Locação de equipamentos conquista empresas que precisam de produtos como PCs, projetores ou filmadoras por períodos específicos

Alice Sosnowski

30/08/2006 às 17h14

Foto:

Locação de equipamentos conquista empresas que precisam de produtos como PCs, projetores ou filmadoras por períodos específicos

Computador aluguelProjetor: 2.500 reais. Tela de 100 polegadas: 720 reais. Notebook: 3.000 reais. Filmadora: 1.600 reais. Não dá para investir todo esse dinheiro na compra de equipamentos se você precisará deles por apenas alguns dias ou horas, certo?

Até para as grandes companhias, investir recursos na compra de equipamentos é visto com cuidado, quando se tem a opção de alugá-los para períodos específicos. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc), quase 100% das empresas associadas alugam equipamentos para produzir eventos. “Além de ser mais prático, os aparelhos estão sempre atualizados”, explica Simone Saccoman, presidente da entidade. Se fosse alugar os produtos básicos para uma apresentação, como no exemplo acima, a empresa gastaria em torno de 1.200 reais, ou cerca de 15% do valor de compra.

Por essa conta simples e uma demanda crescente, o mercado de aluguel de equipamentos caminha a todo vapor. E a oferta atende às mais variadas necessidades: desde a locação diária para a realização de um seminário ao aluguel de dezenas de computadores e impressoras, que se estende em contratos anuais.

A agência de publicidade JobCom é cliente cativa das empresas de locação de equipamentos. Com três fornecedoras em sua caderneta, a agência utiliza este serviço cerca de 15 vezes por mês. O mais comum é o aluguel de projetor, tela, notebook e equipamentos de sonorização e iluminação utilizados em feiras, convenções e palestras. “Mesmo com a nossa demanda, que é grande, a locação – e não a compra – ainda representa uma vantagem para a empresa”, explica a diretora de promoções e eventos, Malu Costa. “Além de termos sempre equipamentos de última geração, ainda contamos com assistência técnica”, conclui.

Os preços de uma locação variam bastante e seguem o tipo, o tempo de uso e a configuração do aparelho. Um projetor multimídia, por exemplo, pode custar de 250 a 650 reais, de acordo com as especificações técnicas. “Dependendo do evento, gastamos de mil a até 5 mil reais”, diz Malu. É preciso contabilizar ainda o custo de um operador técnico, cuja diária varia entre 100 e 200 reais. Mas qual a preocupação que o empresário deve ter ao contratar os serviços de uma locadora de equipamentos de informática? Em um mercado pulverizado e com tantas opções, a forma mais garantida de encontrar um bom prestador de serviços é observar o tempo de vida da empresa e dos equipamentos, o atendimento e assistência técnica, além dos serviços adicionais.

Na maioria dos contratos, o aluguel é apenas o básico em um pacote que inclui entrega, instalação, manutenção e até assessoria, que ajuda a calcular a necessidade da empresa, como definir qual o melhor projetor para o evento ou qual a configuração de computador mais adequada às necessidades operacionais da companhia. Os especialistas sugerem que o contratante observe com cuidado esses serviços adicionais. A atualização dos equipamentos, a instalação e o atendimento em caso de problemas são quesitos importantes a serem considerados antes de bater o martelo com a empresa de locação. “Ter peças sobressalentes, como uma lâmpada adicional para um projetor, por exemplo, é um ponto muito importante”, destaca Simone, da Abeoc.

Além do preço, o atendimento é o diferencial para uma empresa destacar-se na multidão. “O cliente vê o mercado da locação de equipamentos como o de aluguel de veículos”, explica André Rodrigues, dono da Locabout. “Ele está preocupado com a comodidade. Por isso, equipamentos novos, de qualidade, e uma assistência técnica eficiente são essenciais”, explica.

Mesmo com o tripé preço, atendimento e equipamentos topo de linha, nem sempre a locação é vista como a melhor solução para os pequenos negócios. “Depende muito da utilização do equipamento”, explica o consultor em TI do Sebrae-SP Jorge Luiz da Rocha Pereira. “Se for para uma necessidade pontual, como eventos, é uma opção interessante. Mas se for para alugar apenas dois ou três computadores por um longo prazo, vejo mais vantagem em comprá-los, principalmente agora que os preços estão mais acessíveis”, diz Pereira, salientando que nas pequenas empresas a necessidade de computadores quase nunca ultrapassa esse número.
++++
Vai um PC seminovo?

PC semi novoOutsourcing é um termo corrente no mercado de TI. Prática comum nas grandes corporações, ela agora começa a conquistar um público com menor potencial de investimento, mas não menos exigente na qualidade dos serviços. Foi neste filão que a empresa sediada em Nova Lima Microcity resolveu apostar quando criou a unidade de negócios de venda e aluguel de equipamentos seminovos. O estoque de computadores vem da substituição de máquinas em contratos com as grandes corporações. Os computadores são então restaurados e já saem com sistema operacional Windows XP e Office. A partir daí, eles estão disponíveis para venda ou locação.

Os aluguéis custam cerca de 80 reais a diária, dependendo da configuração da máquina, e os computadores seminovos podem ser comprados a partir de 980 reais. “Os clientes de pequenas empresas procuram não apenas um preço acessível, mas a garantia de uma máquina de qualidade”, explica Bruno Andrade, diretor comercial da Microcity. Os contratos de aluguel normalmente são fechados para treinamento ou eventos e, além das máquinas com garantia, a Microcity oferece manutenção técnica, com substituição do computador, caso haja problemas. No mercado de venda, os clientes chegam a fazer fila para adquirir os equipamentos usados. O negócio deu tão certo que a unidade de venda e aluguel já representa 5% do faturamento da Microcity. “A expectativa é que este porcentual dobre em dois anos”, contabiliza Andrade.
++++
Vantagem fiscal?

Vantagem FiscalEquipamentos atualizados, manutenção especializada, focar os investimentos no negócio e não na estrutura tecnológica da empresa são apenas alguns motivos que fazem da locação de equipamentos de informática uma opção popular. Mas, para fisgar clientes, até as vantagens fiscais são alardeadas por certas empresas de locação de equipamentos. Nesse caso, é bom o empresário estar atento para o fato de que obter essa vantagem não é assim tão simples.

Para que se tenha o direito de descontar do imposto de renda os serviços de locação, é necessário que a empresa utilize o lucro real como forma de tributação. Nesse caso, as despesas com locação podem ser descontadas do cálculo do lucro. Se, por exemplo, uma empresa tem faturamento de 10 mil reais, sendo que mil são despesas gerais, mais mil reais de despesas de locação, 2 mil reais serão descontados deste valor. Sobrarão 8 mil reais de lucro real para a base de cálculo do pagamento do imposto. Seria perfeito, se não fosse pelo fato de que a tributação por lucro real é quase inexistente no mercado de pequenas e médias empresas.

Segundo o advogado Renato Opice Blum, a tributação por lucro real é feita por empresas que têm faturamento acima de 1 milhão de reais mensais. “Abaixo disso, a tributação por lucro presumido acaba sendo mais vantajosa para o empresário”, explica Blum. Nesta opção, o empresário não precisa comprovar despesas com locação.
++++
Investimento estratégico

Investimento EstrategQuando foi criada, em 2003, a empresa especializada em exaustão e filtragem de poluentes AT Source já se instalou com o parque de máquinas alugado. Os proprietários, vindos de grandes companhias, sabiam que a prática era comum no mercado e decidiram pela locação. “Queríamos focar o capital disponível no nosso negócio”, explica Márcia Rodrigues, uma das sócias da empresa.

Após pesquisar várias locadoras de equipamentos na internet, optaram pela A4 Service Informática. Alugaram quatro computadores (com chip Celeron de 2,53 GHz, 512 MB de memória RAM, HD de 80 GB, Windows XP e Office instalados), monitores de 17 polegadas e um servidor, utilizados na área administrativa e no atendimento, por mil reais mensais. Entre as vantagens do negócio, Márcia destaca a facilidade de manutenção e a atualização das máquinas. “O suporte técnico é feito em, no máximo, 24 horas”, diz.

O atendimento foi um dos parâmetros considerados para que a AT Source renovasse o contrato anual com a locadora de equipamentos. Nesta parceria, que já dura três anos, ambas as empresas ganharam. A AT Source teve uma redução de 10% no custo do contrato. E, em breve, a A4 Service deve implementar e alugar os aparelhos para a instalação de um sistema de VPN (Rede Privada Virtual).

Tabela Empresas

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail