Uma semana após ataques a PT e PFL, site do PDT é invadido

Após invasão nas com referências ao PSDB, novo grupo picha site do Partido Democrático Trabalhista com protesto contra governo

https://pcworld.com.br/idgnoticia2006-08-315972926053/
Clique para copiar

Após invasão nas com referências ao PSDB, novo grupo picha site do Partido Democrático Trabalhista com protesto contra governo

Pouco menos de uma semana após os sites do PT e do PFL serem invadidos, o Partido Democrático Trabalhista (PDT), que tem Cristovam Buarque como candidato a presidente, teve três sites invadidos na terça-feira (29/08) por um grupo de hackers.

Segundo anúncio do site de rastreamento de ataques Zone-H, o grupo H4ck3rsBr se aproveitou de uma falha de SQL Injection no servidor que hospedava o site para desfigurar três páginas do partido.

O site nacional do PDT, já reestabelecido, foi pichado com protestos contra a corrupção na gestão do presidente Luíz Inácio Lula da Silva e da suposta engenharia social empregada pelo agora candidato à presidência do candidato Cristovam Buarque quando ocupava o Ministério da Educação.

Já a página do PDT alagoano apresenta comentários irônicos do grupo dentro de uma extensa lista com coligados ao diretório regional do partido.

Único site ainda não reestabelecido, o www.pdtche.com.br intensifica os ataques contra o candidato do PT à reeleição, classificando o aumento no salário mínimo de "insignificante" e pedindo que os eleitores votem em outros partidos (inclusive o PDT), mas não no PT.

Nos dois ataques com protestos contra o Governo, o grupo H4ck3rsBr afirma que atacará páginas de outros partidos.

Na semana passada, o grupo Bios Team pichou os sites nacionais do PT e do PFL também com protestos contra a atuação do Governo Lula, com textos que remetem à candidatura do representante do PSDB, Geraldo Alckmin, à presidência.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site