Home > Notícias

Fabricante de iPods retira processo contra jornalistas chineses

Responsável pela fabricação de iPods, Hong Fujin descarta ação contra jornalistas que alertaram para péssimas condições de trabalho

Por Dan Nystedt, para o IDG Now!*

04/09/2006 às 14h21

Foto:

Responsável pela fabricação de iPods, Hong Fujin descarta ação contra jornalistas que alertaram para péssimas condições de trabalho

A fabricante de componentes acusada de tratar mal trabalhadores em uma fábrica de iPods na China descartou seu processo contra dois jornalistas e a editora para quem ambos trabalhavam em Xangai.

A Hong Fujin Precision Industry, maior exportadora de produtos de TI na China, retirou a ação neste domingo, segundo anúncio da empresa.

O processo buscava indenização de 3,77 milhões de dólares dos dois jornalistas e do Chines Business News, por uma história publicada no dia 15 de junho sobre a suposta rotina de empregados na fábrica que matou três mulheres na linha de produção.

A retirada da ação chega dias após o grupo de defesa à liberdade de imprensa Repórters Sem Fronteiras ter pedido que a Apple Computer pressionasse a Hong Fujin para que o caso fosse descartado e uma notícia publicada no sábado pela Agência Xinhua News de que o Governo chinês ordenou a empresa a permitir que trabalhadores se cadastrassem a sindicatos filiados com a Federação Chinesa de União do Comércio.

"Ambos os lados se desculparam por dificuldades criadas pela questão e concordaram em trabalhar juntas para construir uma sociedade harmoniosa e promover o trabalho justo com direito dos trabalhadores", disseram a Hong Fujin e a China Business News em um anúncio conjunto na Bolsa de Valores de Taiwan.

O anúncio foi publicado pela companhia responsável pela Hong Fujin, a Hon Hai Precision Industry - ambas operam sob a marca corporativa Foxconn Technology.
A organização Repórteres sem Fronteira disse que a Apple trabalhou por trás da cena para resolver a questão. A fabricante de computadores não estava disponível imediatamente para comentários.

A Hong Fujin apelou para o processo por difamação após uma onda de má publicidade que atingiu a empresa sobre alegações de que trata mal seus empregados.

A história da China Business News foi uma das muitas que se seguiram após a publicação da notícia no jornal britânico Mail on Sunday alegando longas horas de trabalho, salários curtos e péssimas condições de trabalho na fábrica chinesa, que produz iPods com outros produtos de TI.

A Apple Computer investigou as alegações, e descobriu que Hong Fujin estava de acordo com a maioria dos requerimentos, mesmo com diversas violações no código de conduta para fornecedores da companhia, incluindo condições de moradia e transporte não satisfatórios para trabalhadores.

A Hong Fujin está construindo novos dormitórios para funcionários e procurando maneiras para melhorar a maneira como funcionários são levados para as fábricas.

*Dan Nystedt é editor do IDG Nes Service, em Taipei.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail