Home > Notícias

Brasileiros trocam cafezinho pela internet, diz pesquisa da Websense

De acordo com a pesquisa Web@Work, 64% dos brasileiros preferem acessar a internet do que tomar um café no trabalho

Por Luiza Dalmazo, especial para o Computerworld

20/09/2006 às 10h33

Foto:

De acordo com a pesquisa Web@Work, 64% dos brasileiros preferem acessar a internet do que tomar um café no trabalho

Os funcionários da América Latina passam em média 4,9 horas por semana na internet acessando sites não relacionados ao trabalho, segundo pesquisa Web@Work, divulgada nesta terça-feira (19/09) pela Websense.

"O aumento no tempo médio de uso da internet por razões pessoais aumentou 2,1 horas por semana se comparado a 2005", afirma o diretor de vendas da Websense para América Latina e Caribe, Adauto de Mello Junior.

De acordo com a pesquisa, 40% passam mais de cinco horas em sites de interesse pessoal, enquanto 10% navegam 10 horas semanais.

A pesquisa mostra também que 64% dos funcionários brasileiros preferem navegar na internet do que tomar um cafezinho, tendência seguida também  no Chile, já que 58% também não abdica do uso da rede, na Colômbia (60%) e México (66%).

Os assuntos mais procurados pelos usuários nacionais são notícias (74%), sites financeiros (56%), acesso ao e-mail pessoal (32%), comércio eletrônico (30%).

No Brasil e Chile (60%), há um grande interesse por sites financeiros, incluindo internet banking, contra apenas 36% no México.

O Web@Work mostra também que 12% dos funcionários no Brasil admitiram já ter visitado algum site pornográfico proposital ou acidentalmente em PC ou laptop da empresa, um aumento de 4% em relação a 2005.

No restante da região, os números são um pouco superiores: 14% no Chile, 22% na Colômbia, e 16% no México.

O estudo foi realizado com 200 empresas com mais de 250 funcionários, entre julho e agosto de 2006,  em quatro países da América Latina.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail