Home > Notícias

UFRJ cria tecnologia para acesso de portadores de deficiência à web

Brasil desenvolve softwares que permitem o amplo acesso de pessoas portadoras de deficiência à internet

Por Redação do IDG Now!

27/09/2006 às 10h53

Foto:

Brasil desenvolve softwares que permitem o amplo acesso de pessoas portadoras de deficiência à internet

O Núcleo de Computação Eletrônica (NCE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) desenvolveu o Motrix, software que permite às pessoas com deficiência motora grave, como tetraplegia e distrofia muscular, acesso amplo à escrita, leitura e comunicação pela internet.

O sistema foi desenvolvido para atender à necessidade de uma médica tetraplégica, que procurou o NCE em busca de uma solução que a permitisse usar o computador.

O acionamento do sistema é feito através de comandos que são ditados no microfone, tornando viável ao portador de deficiência motora grave a execução de todas as operações normalmente realizadas num computador, mesmo as de maior complexidade física, como os jogos.

A partir do Motrix foi desenvolvido outro programa, o Microfênix, que possibilita comandar o computador através de um simples murmúrio para abrir páginas da internet.

O Brasil ocupa uma posição de liderança na América Latina no desenvolvimento de softwares que permitem o acesso de pessoas portadoras de deficiência à internet. O NCE tem um importante papel nesse processo, iniciado em 1993 com a criação do Dosvox, programa para microcomputadores da linha PC voltado para deficientes visuais.

Os sistemas criados pelo NCE estão disponíveis gratuitamente na internet.

Com informações da Agência Brasil

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail