Home > Notícias

Google não vai cumprir prazo para entregar dados do Orkut, diz agência

Segundo a Associated Press, empresa deve entrar com recurso explicando porque não vai entregar dados de usuários do Orkut

Por Redação do IDG Now!

28/09/2006 às 15h09

Foto:

Segundo a Associated Press, empresa deve entrar com recurso explicando porque não vai entregar dados de usuários do Orkut

O Google não vai cumprir o prazo de 15 dias daod pela Justiça brasileira para entregar dados de usuários da rede social Orkut, segundo notícia publicada pela agência Associated Press, citando uma porta-voz da empresa.

O prazo para a entrega dos dados vence nesta quinta-feira (28/09). Os advogados do Google Inc. devem se pronunciar oficialmente sobre a questão ainda nesta tarde.

De acordo com Debbie Frost, a empresa vai entrar com um recurso na Justiça brasileira explicando porque não pode cumprir com a ordem do juiz José Marcos Lunardelli.

O juiz deu 15 dias para que o Google entregasse a Justiça brasileira informações sobre comunidades e usuários do Orkut envolvidos com crimes de pedofilia e racismo sob pena de multa diária de 50 mil reais por cada ordem não cumprida.

“Temos e vamos continuar a prover as autoridades brasileiras com informações sobre usuários que abusam do serviço Orkut, se os pedidos forem razoáveis e seguirem o processo legal apropriado”, disse Frost para a Associated Press.

Segundo a nota, ela diz que a intenção do Google é ser cooperativo com as investigações dos crimes, mas sempre olha com cuidado para balancear os interesses dos usuários com os pedidos das autoridades brasileiras.

O argumento dos advogados do Google Inc. no Brasil é que a filial brasileira não pode cumprir com as ordens da Justiça, pois os dados estão em servidores fora dos Estados Unidos.  Os pedidos, segundo eles, devem ser encaminhados para a matriz nos Estados Unidos

O juiz que deu prazo de 15 dias para que o Google entregasse os dados disse “que não é relevante onde as informações estão armazenadas, desde que as fotografias e mensagens investigadas tenham sido publicadas por brasileiros”.

O Google, segundo a nota da Associated Press, diz que já cumpriu com 40 ordens similares feitas pelas autoridades brasileiras.

O Ministério Público Federal de São Paulo diz que até agora o Google entregou apenas dados parciais e não cumpriu com todas as ordens de quebra de sigilo pedidas pela Justiça.

Além do risco de multa diária, o Google também pode sofrer uma multa de 130 milhões de reais e ter a sua filial fechada no Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail