Home > Notícias

USP recebe primeiro protótipo do notebook educacional ClassMate PC

Laboratório de Sistemas Integrados recebe 1º modelo funcional do notebook da Intel, que fará testes para estudar uso pedagógico do modelo

Por Guilherme Felitti, repórter do IDG Now!

11/10/2006 às 14h44

Foto:

Laboratório de Sistemas Integrados recebe 1º modelo funcional do notebook da Intel, que fará testes para estudar uso pedagógico do modelo

O Laboratório de Sistemas Integrados (LSI) da Universidade de São Paulo, responsável por balizar o projeto pedagógico do governo para uso de notebooks em colégios brasileiros, recebeu o primeiro protótipo funcional do ClassMate PC, notebook educacional da Intel.

O portátil foi enviado à USP para testes do departamento de sistemas eletrônicos, segundo Roseli Lopes, coordenadora do Núcleo de Aprendizado, Trabalho e Entretenimento do LSI.

Desde junho, o Laboratório também vem testando 15 placas do suposto rival do ClassMate PC, o 2B1, projeto proposto pela organização One Laptop per Child, liderada pelo pesquisador Nicholas Negroponte, e conhecido popularmente como "notebook de US$ 100".

O anúncio confirma a chegada em solo brasileiro das duas plataformas que poderão ser usadas por colégios brasileiros conduzido pelo MEC para a introdução de notebooks no processo pedagógico.

Testes escolares

O ClassMate PC também segue a trilha do 2B1 quanto a testes para verificar sua viabilidade dentro do ambiente escolar.

"Nos próximos dois meses, a Intel fará um programa piloto em colégios com aparelhos funcionando para checar como a tecnologia funciona", afirma Max leite, gerente do centro de definição de plataformas da Intel.
Fontes de mercado próximas ao projeto afirmam que o teste será conduzido em duas unidades da Fundação Bradesco dentro do estado de São Paulo. Nem a Intel nem a Fundação Bradesco confirmam oficialmente a informação.

Ao contrário dos testes conduzidos pelo Ministério da Educação, porém, que envolvem modelos do 2B1, a iniciativa com ClassMate PCs será patrocinada e conduzida pela própria Intel.

Durante o Intel Developer Forum, realizado no final de setembro em São Francisco, o CEO da companhia, Paul Otelinni, revelou que testes do tipo já estão em condução na Nigéria.

Na ocasião, a Intel introduziu 36 notebooks educacionais em um colégio, além de treinar professores e instalar antenas para oferecer acesso a redes WiMax.

Leite afirma que o Classmate PC chegará ao mercado em geral, inclusive o Brasil, no primeiro trimestre de 2007, sem, no entanto, adiantar configurações finais do modelo.

Em setembro, Negroponte revelou durante a AMD Global Vision Conference que começaria a vender o notebook 2B1 pelo eBay para o público em geral por 450 dólares, como uma forma de custear a compra de mais portáteis para crianças de países em desenvolvimento.

Enquanto a Intel não cita a quantidade de notebooks educacionais que pretende entregar durante 2007, Negroponte estima que a OLPC introduzirá entre 5 milhões e 10 milhões dos seus aparelhos no próximo ano.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail