Home > Notícias

Wikipedia é liberada na China, após um ano de censura

De acordo com a agência EFE, a enciclopédia livre da web esteve acessível aos internautas chineses nas últimas 24 horas

Por Redação do IDG Now!

13/10/2006 às 10h39

Foto:

De acordo com a agência EFE, a enciclopédia livre da web esteve acessível aos internautas chineses nas últimas 24 horas

A Wikipedia, enciclopédia livre na web editada pelos próprios internautas, voltou a ficar disponível na China, após um ano de censura pelo regime autoritário do país, segundo a agência de notícias EFE.

De acordo com a agência, a enciclopédia ficou livre ao acesso dos internautas chineses nas últimas 24 horas, embora organizações de combate à censura, como o Repórteres sem Fronteiras, ainda aguardem a confirmação se o desbloqueio é temporário ou definitivo.

Contudo, a censura a termos sensíveis ao governo chinês - como “Tibet” e “Falun Gong” - permanece bloqueada, reportou a EFE.

A proibição do acesso à Wikipedia levou os chineses a recorrerem à enciclopédia similar oferecida pelo portal local Baidu, que, no entanto, oferece apenas a versão “oficial” sobre os assuntos mais delicados.

Em agosto deste ano, o fundador da Wikipedia, Jimmy Wales, afirmou que a enciclopédia não se submeteria à censura como outras empresas de internet têm feito, referindo-se aos polêmicos acordos que companhias  como Yahoo, Google e Microsoft fizeram com o governo chinês para poder atuar no país.

Fundada em 2001, a Wikipedia tem mais de 5 milhões de artigos e está disponível em 229 diferentes línguas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail