Home > Notícias

Empresas pressionam YouTube sobre direitos autorais

NBC, Viacom e News Corp se unem para reclamar conteúdos publicados na comunidade de vídeos sem o pagamento de direitos autorais

Por Redação do IDG Now!

16/10/2006 às 14h35

Foto:

NBC, Viacom e News Corp se unem para reclamar conteúdos publicados na comunidade de vídeos sem o pagamento de direitos autorais

Uma semana após sua aquisição pelo Google Inc. por 1,65 bilhão de dólares, o YouTube volta à mira de grandes empresas de mídia dispostas a reclamar conteúdos publicados na comunidade de vídeos sem o pagamento de direitos autorais.

Enquanto empresas como Warner Music Group, Vivendi Universal, Sony e Bertelsmann se aliaram ao YouTube e ao Google para a oferta de vídeos, companhias como NBC Universal, Viacom e News Corp. optaram por unir seus advogados, informou uma fonte ligada às companhias ao The Wall Street Journal, nesta segunda-feira (16/10).

Os departamentos jurídicos das gigantes de mídia concluíram que o YouTube pode ter de indenizar as empresas em 150 mil dólares pelo uso não-autorizado de vídeos pinçados de suas grades de programação.

Segundo a reportagem, a Viacom estima que as versões pirateadas de vídeos de seus canais pagos - incluindo MTV, Comedy Central e Nickelodeon - sejam vistas 80 mil vezes por dia no YouTube. Se a empresa decidir processar a comunidade, a conta pode gerar uma indenização de milhões de dólares.

A Time Warner Inc. não se juntou ao grupo, mas já alertou o YouTube sobre sua preocupação com o uso indiscriminado de seu conteúdo na comunidade de vídeos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail