Home > Notícias

Sony entra no recall de baterias com sua linha de notebooks Vaio

Apontada como responsável pelos recalls de Dell, Apple e Toshiba, companhia anuncia troca de baterias de dois modelos de portáteis

Por Martyn Willians, para o IDG Now!*

17/10/2006 às 13h44

Foto:

Apontada como responsável pelos recalls de Dell, Apple e Toshiba, companhia anuncia troca de baterias de dois modelos de portáteis

A Sony acrescentou seu nome à crescente lista de fabricantes de PC que estão fazendo recalls com baterias de seus notebooks por uma de suas subsidiárias.

A companhia japonesa disse que oferecerá substituições para cerca de 90 mil baterias vendidas com modelos da sua linha Vaio no Japão e na China.

As baterias têm os nomes de VGP-BPS2B e VGP-BPS3A - a primeira era usada em PCs na China, enquanto a segunda era comercializada em modelos no Japão e outros países do mundo, disse a Sony em um anúncio.

A Sony está planejando tornar seu recall de baterias mais amplos em outros países, mas ainda terá que definir detalhes, disse Daichi Yamafuji, porta-voz da Sony em Tóquio.

A companhia foi alvo de pesadas críticas por ser a responsável por fabricar as baterias envolvidas nos recalls de Dell, Apple, Panasonic e Toshiba e, até então, negava que qualquer modelo da sua linha de portáteis seria afetado pelo problema.

O VGP-BPS2B é usado em alguns modelos das linhas AR, FE, FS e SZ dos laptops Vaio enquanto a VGP-BPS3A é usado em máquinas Vaio da série T, de acordo com informações da Sony.

No começo do dia, o jornal japonês Nihon Keizai Shimbun disse que a troca de baterias da Sony atingiria cerca de 300 mil dispositivos quando fosse anunciado em todo o mundo. A Sony preferiu não comentar a matéria do jornal.

Com o anúncio da troca, a Sony se tornou a sétima companhia a oferecer baterias substitutas para seus notebooks. Todos os dispositivos envolvidos continham células de energia feitas pela Sony Energy Tech, no Japão.

As células contêm partículas metálicas que, sob certas circunstâncias, poderiam resultar em um curto-circuito com o perigo de incêndio do notebook.

Os recalls começaram em gosto quando a Dell revelou que 4,1 milhões de baterias em seus notebooks teriam que ser trocadas. Em menos de duas semanas, foi a vez de a Apple anunciar o recall de 1,8 milhão de baterias.

Os dois recalls se mantêm os maiores dos nove processos de substituição por sete companhias nos últimos dois meses.

No final de agosto, a Sony disse que teria que gastar até 251 milhões de dólares. No anúncio desta terça, a companhia disse que está revisando suas previsões de lucro neste ano, em parte graças ao recall de baterias.

A Sony está para anunciar neste mês as finanças do primeiro semestre do ano.

*Martyn Willians é editor do IDG News Service, em Tóquio.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail