Home > Notícias

Hotel Crowne Plaza adaptou suas notas para NF-e rapidamente

Com uma média de emissão de 3 mil notas fiscais mensais, que são feitas em quatro vias e arquivadas por cinco anos, o hotel se viu com a possibilidade de aumentar o controle do processo, que anteriormente era manual

Por Alice Sosnowski

17/10/2006 às 11h35

Foto:

Com uma média de emissão de 3 mil notas fiscais mensais, que são feitas em quatro vias e arquivadas por cinco anos, o hotel se viu com a possibilidade de aumentar o controle do processo, que anteriormente era manual

Leia também:
::Esqueça o velho talão de notas

::NF-e impulsiona mercado de soluções tecnológicas


::Como funciona a Nota Fiscal Eletrônica

Eliminar a burocracia na impressão de notas fiscais e modernizar as operações de recebimento foram os principais elementos que motivaram o Hotel Crowne Plaza a aceitar o convite da prefeitura de São Paulo para participar do projeto piloto de implementação da nota fiscal eletrônica.

Desde janeiro deste ano, o hotel e outras quatro empresas participaram de reuniões com técnicos da Prodam e da Secretaria de Finanças. O objetivo era, além de testes com software e envio, estabelecer parâmetros para a redação da lei sobre o assunto. Com uma média de emissão de 3 mil notas fiscais mensais, que são feitas em quatro vias (duas para o cliente e duas para a empresa) e arquivadas por cinco anos, o hotel se viu com a possibilidade de aumentar o controle do processo, que antes era feito manualmente.

A questão tecnológica foi facilmente resolvida com o gerente de sistema do próprio hotel. “Ele simplesmente adaptou nosso programa ao layout e ao modo de envio das informações para a prefeitura”, explica a assistente de controle Mônica Pereira. Segundo ela, a comunicação de dados com a prefeitura é fácil e rápida, e desde a sua implementação não causou entrave para a emissão da NF-e.

Dificuldade mesmo foi encontrada na hora de fazer o cadastro dos clientes, que algumas vezes resistem em passar dados como o CPF, imprescindível para a emissão da nota digital. “Estamos fazendo um trabalho de informar os hóspedes que ainda não conhecem o sistema da NF-e”, diz Mônica. “Ela é uma grande mudança também para os clientes”, conclui.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail