Home > Notícias

Hackers criam software para driblar antivírus em ataques a browsers

O software VoMM, desenvolvido por hackers, é capaz de enganar programas de antivírus e atacar o navegador das vítimas

Por Robert McMillan, para o IDG Now!*

18/10/2006 às 14h01

Foto:

O software VoMM, desenvolvido por hackers, é capaz de enganar programas de antivírus e atacar o navegador das vítimas

Os hackers estão desenvolvendo um novo programa capaz de esconder, de alguns softwares antivírus, códigos de ataque a navegadores de internet.

O software, chamado VoMM (do inglês eVade o’Matic Module), utiliza uma variedade de técnicas que exploram o código para deixá-lo irreconhecível a alguns tipos de antivírus.

Usando essas técnicas, o VoMM “pode criar um infinito número de variantes de ataque”, disse Aviv Raff, um dos desenvolvedores do projeto.

“Ele possibilita inúmeras técnicas para que o navegador não perceba o ataque”, disse um hacker de nome “LMH” e fundador do projeto em seu blog.

O software utiliza uma tecnologia capaz de criar novas versões do código de exploração, que ataca o browser quando o usuário acessa um site criado pelo hacker. Com algumas mudanças no código, o que não afeta sua funcionalidade, o VoMM monta uma nova versão de um software malicioso que não pode ser detectado por antivírus baseados em assinatura.

Os antivírus baseados em assinatura analisam os vírus comuns e criam uma marca que permite a identificação de códigos maliciosos. Com a adição de novos componentes no código, como espaços e nomes variados, não incluídos em assinaturas conhecidas, o VoMM cria um software que dribla o antivírus.

O VoMM deve ser incluído no novo módulo 3.0 do conhecido kit de hackers Metasploit, disse Raff. O desenvolvedor do Metasploit também irá utilizar o software, segundo blog de Raff.

*Robert McMillan é editor do IDG News Service, em São Francisco.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail