Home > Notícias

Falha técnica atrapalha início dos debates sobre segurança do Vista

Fracasso nas discussões entre Microsoft e empresas de segurança sobre bloqueio do kernel do Vista tumultua ainda mais debate

Por Robert McMillan, para o IDG Now!*

20/10/2006 às 14h54

Foto:

Fracasso nas discussões entre Microsoft e empresas de segurança sobre bloqueio do kernel do Vista tumultua ainda mais debate

Fabricantes de softwares de segurança procurando ganhar acesso aos planos da Microsoft em abrir o kernel do sistema operacional Vista se frustraram na última quinta-feira quando uma falha técnica impediu que muitos participassem da primeira discussão online do setor sobre o problema.

"Ooops", escreveu o diretor-sênior de produto da Microsoft Stephen Toulouse em seu blog sobre o assunto. "Tivemos uma falha ao enviar o link para o encontro. Sentimos muito pelo problema, que não foi intencional e nos mostrou que não é algo bom de ser experimentado em uma discussão tão importante”.

A Microsoft definiu a reunião para compartilhar seus planos de dar a fabricantes de segurança acesso ao kernel do Vista em sistemas de 64-bits. Esta é uma questão polêmica, já que a Microsoft havia planejado "trancar" o núcleo do sistema para empresas como Symantec e McAfee, alegando que isto tornaria o Vista mais seguro.

As companhias disseram que isto prejudicaria seus produtos, e a Microsoft finalmente capitulou, após ser alertada por reguladores na União Européia.

A maioria dos funcionários da Symantec, por exemplo, não conseguiu acompanhar o evento. "Apenas um engenheiro de todo nosso time conseguiu acompanhar o encontro", disse Cris Paden, porta-voz da Symantec.

A Microsoft marcou um segundo encontro no final da última quinta para aplacar questões de quem perdeu o primeiro evento, disse Paden. Um outro encontro foi marcado para segunda-feira, de acordo com Toulouse.

Mesmo que não se configure como um impedimento para discussões de segurança relativas ao novo sistema operacional, o desencontro promovido pela Microsoft claramente inicia de maneira tumultuada o processo de negociação.

Em resposta às críticas feitas em conjunto pelas antes rivais Symantec e McAfee, o próprio Toulouse afirmou que o kernel bloqueado melhorará a segurança do Vista e que companhias do setor desejavam softwares inseguros por questões comerciais.

Para amenizar a polêmica, a Microsoft divulgou na última semana que oferecerá às desenvolvedoras APIs do kernel para que o desenvolvimento de suítes de segurança não seja afetado no primeiro "Service Pack" para o Vista.

A atitude não agradou em cheio as fabricantes, que pressionam a Microsoft para que os APIs sejam divulgados antes.

*Robert McMillan é editor do IDG News Service, em São Francisco

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail