Home > Notícias

MPAA premia brasileiro por ações de combate à pirataria de filmes

Presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria é reconhecido pela associação norte-americana da indústria cinematográfica

Por Redação do IDG Now!*

23/10/2006 às 14h11

Foto:

Presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria é reconhecido pela associação norte-americana da indústria cinematográfica

A Motion Picture Association of América (MPAA), associação norte-americana da indústria cinematográfica, premia nesta segunda-feira (23/10) o secretário executivo do Ministério da Justiça e presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP), Luiz Paulo Barreto, pelas ações de combate à pirataria promovidas sob sua liderança no Brasil.

Barreto receberá nos Estados Unidos o primeiro Prêmio de Combate à Pirataria, que passará a ser oferecido anualmente a uma autoridade pública do país na América Latina que tenha demonstrado liderança excepcional no combate à pirataria. A entrega será feita por Bob Pisano, presidente da MPAA.

De acordo com a MPAA, o Conselho Nacional de Combate à Pirataria, sob a presidência de Luiz Paulo Barreto, realizou durante 2005 diversos projetos que beneficiaram a redução da pirataria e a conscientização do governo e da sociedade para o problema no Brasil.

Para a associação, um dos projetos mais importantes do CNCP foi a elaboração do Plano de 99 pontos – uma lista de objetivos com o propósito de criar esforços para reforçar as leis brasileiras e apoiar as instituições jurídicas no combate à pirataria, nas mais variadas instâncias.
 
De acordo com um estudo desenvolvido pela Motion Picture Association (MPA), braço da organização na América Latina, a indústria audiovisual no Brasil perdeu cerca de 120 milhões de dólares em 2005 com a pirataria. A estimativa é que 27% do mercado audiovisual brasileiro seja dominado pelo comércio pirata.

*Com informações da Agência Brasil.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail