Home > Notícias

Sony detalha problemas de baterias e explica programa de trocas

Depois de enfrentar problemas com baterias, Sony conta os motivos que causaram explosões e detalha programa de reposição

Por Martyn Williams, para o IDG Now!*

24/10/2006 às 12h07

Foto:

Depois de enfrentar problemas com baterias, Sony conta os motivos que causaram explosões e detalha programa de reposição

A Sony divulgou detalhes sobre os problemas de fabricação de suas baterias para notebooks e afirmou que espera repor cerca 9,6 milhões de unidades afetadas pelo problema.

A falha veio à tona quando a Dell convocou o recall de 4,1 milhões de baterias e a explicação dada na época era que partículas metálicas entraram nas baterias durante a fabricação.

Nesta terça-feira (24/10), a Sony foi mais a fundo. A empresa acredita que algumas partículas, provavelmente de níquel, entraram nas baterias durante dois estágios da produção: quando foram cavados os canais internos das baterias e no momento em que os eletrólitos foram colocados na célula.

Mas somente isso não seria suficiente para que as baterias explodissem. A Sony explicou que as partículas provavelmente caíram em uma lacuna triangular no corpo da célula, bem no ponto onde o cátodo acaba, entre duas camadas do material de produção da bateria. Dependendo da configuração do sistema, as condições poderiam causar a explosão do produto.

Segundo o gerente geral do grupo de negócios de energia da Sony, Takashi Enami, o tamanho e o formato do pacote de bateria e a configuração de carregamento poderiam aumentar o risco, mas ele não deu nenhuma informação mais específica.

Como resultado dos problemas, a Dell e a Apple anunciaram juntas o recall de 6,1 milhões de baterias. Para maior segurança, a própria Sony anunciou em seguida outro recall de 3,5 milhões de baterias. Semana passada a empresa estimou o custo com problemas de baterias de 429 milhões de dólares.

O programa de trocas cobre dois tipos de células usadas e pacotes de baterias. Os modelos 2.4Ah (ampere hour) e 2.6 Ah estão incluídos no programa.

A Sony considerou a reposição de baterias depois que um laptop fabricado pela Lenovo pegou fogo no aeroporto de Los Angeles, disse Yukata Nakagawa, vice-presidente executivo da companhia. Ele disse que o caso está sendo investigado, mas é difícil explicar a causa específica da explosão.

“Estamos discutindo com fabricantes de PCs para preparar o programa de reposição, o que requer tempo, e por isso estamos fazendo este anúncio”, disse Nakagawa.

A reposição de baterias não virá somente da Sony, que não tem capacidade para produzir todas no tempo necessário, disse Nakagawa. A empresa irá buscar ajuda de concorrentes e talvez não voltará a operar no setor com o mesmo sucesso como fazia antes dos problemas.

*Martyn Williams é editor do IDG News Service, em Tóquio.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail