Home > Notícias

Disputa entre padrões para TV nos celulares ganha atenção na Europa

Início de testes na Suíca e oferta de freqüências no espectro dão vantagem ao padrão DVB-H contra rival DMB na transmissão móvel de TV

Por John Blau, para o IDG Now!*

30/10/2006 às 10h27

Foto:

Início de testes na Suíca e oferta de freqüências no espectro dão vantagem ao padrão DVB-H contra rival DMB na transmissão móvel de TV

Suiços de juntaram à crescente lista de países europeus testando um serviço de transmissão de TV móvel baseado na tecnologia amplamente suportada por operadoras, mas atualmente fora de funcionamento por falta de espectro.

Swisscom Broadcast, parte da Swisscom AG, começou um teste de três meses da tecnologia de TV móvel baseado no padrão DVB-H, disse a operadora suíça nesta sexta-feira (26/10). A unidade selecionou 200 clientes em Berna para testarem a novidade.

O serviço usará torres de transmissão para direcionar conteúdo diretamente para aparelhos equipados com antenas, assim como redes de 3ª geração que oferecem canais de retorno para serviços interativos.

Três operadoras participarão do teste: Swisscom Mobile, TDC Switzerland AG e Orange Communications.

Consumidores usarão o telefone N92, da Nokia, que pode receber até 17 canais de TV e quatro estações de rádio.

Numerosas operadoras européias são a favor do padrão DVB-H, derivado da tecnologia européia DVB de TV Digital, já que, entre suas características, ela pode oferecer canais por uma área maior que a rival DMB (Digital Multimedia Broadcasting).

"A principal razão pela qual as operadoras estão interessadas em DVB-H é que a tecnologia faz um uso mais eficiente do espectro", disse Eden Zoller, analista da consultoria Ovum.

Em junho, a Itália se tornou o primeiro país a lançar serviços de transmissão de TV móvel baseados no padrão DVB-H.

No entanto, em vários países europeus, freqüências UHF necessárias à transmissão por DVB-H estão atualmente bloqueadas, disse Zoller.

Conseqüentemente, algumas operadoras móveis estão explorando alternativas.

No começo do ano, Hutchison 3G, Orange, Telefónica Móviles e Vodafone Group concordaram em testar TDtv, uma nova tecnologia que usa freqüências de rádio normalmente adquiridas com suas licenças móveis para 3G. No momento, estão sendo conduzidos testes em 12 diferentes regiões em Bristol, na Inglaterra.

Uma grande vantagem do padrão TDtv, desenvolvida pela IPWireless, é aproveitar bandas de freqüências não usadas disponíveis pela Europa e Ásia entre 1900 MHz e 2010 MHz. As bandas eram originalmente voltadas como espaço extra para serviços de Internet em 3G, que ainda têm que se materializar e deverão ser eclipsados por redes de Wi-Fi e WiMax.

Além do DMB, DVB-H e TDtv, a Orange está testando uma tecnologia de transmissão a satélite, que usa a S-Band ao invés do UHF.

Até agora, o DMB é apontado como principal concorrente graças, em grande parte, às freqüências e aparelhos já disponíveis, de acordo com Zoller. A Alemanha, por exemplo, já começou s distribuir licenças para TV móvel baseadas no padrão.

Com seus testes, operadoras a favor do DVB-H estão respondendo ao desenvolvimento, analisa Zoller. "Caso as operadoras possam provar que exista demanda suficiente, elas poderão persuadir o governo mais facilmente para liberar o espectro", disse.

*John Blau é editor do IDG News Service, em Düsseldorf.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail