Home > Notícias

Aliança propõe integração entre governos para combate a spam

StopSpamAlliance reúne grupos mundiais em esforço para combater spammers beneficiados por agirem fora do alcance das leis dos países

Por Jeremy Kirk, para o IDG Now!*

01/11/2006 às 11h58

Foto:

StopSpamAlliance reúne grupos mundiais em esforço para combater spammers beneficiados por agirem fora do alcance das leis dos países

Mensagens indesejadas terão um novo inimigo com a formação de um novo grupo internacional para troca de táticas e informações legais.

O site da StopSpamAlliance foi lançado na última terça-feira (01/11), como resultado de um plano formulado durante o Summit Mundial da Sociedade da Informação na Tunísia, em novembro de 2005.

A aliança junta diversas organizações para melhorar esforços coordenados para parar spammers, que frequentemente frustram ações legais ao realizar operações foras das fronteiras regionais. Mesmo com técnicas melhores de filtragem e bloqueio, o spam continua a empestear a internet, roubando banda e espalhando programas maliciosos.

Os participantes na aliança são o Grupo de Cooperação Econômica em Informação e Telecomunicação da Ásia Pacífico (do inglês, APEC); a Rede Unida Européia para Contato com Autoridades de Spam; a União Internacional de Telecomunicações; o Plano de Ação de Londres e a Organização para Cooperação Econômica e Desenvolvimento do Memorando de Entendimento entre Melbourne e Seoul.

A página conterá conteúdo sobre leis anti-spam, esforços legais, educação para empresas e usuários, dicas para evitar ataques, além de um calendário com eventos relativos à luta contra spams, de acordo com o grupo.

As estimativas sobre o volume diário de spam variam. A empresa de segurança SoftScan disse na última terça-feira que 89% dos e-mails filtrados em outubro eram mensagens indesejadas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail