Home > Notícias

Prejuízo com golpes virtuais chega a US$ 2,8 bilhões nos EUA

Segundo estimativas do Gartner, 3,5 milhões de norte-americanos serão alvo de phishers no ano de 2006

Por Robert McMillan, para o Computerworld*

09/11/2006 às 11h20

Foto:

Segundo estimativas do Gartner, 3,5 milhões de norte-americanos serão alvo de phishers no ano de 2006

Os desenvolvedores de sistemas de navegação na internet podem ter adicionado novas funções antiphishing em seus produtos nos últimos meses, mas os criminosos ainda continuam ganhando terreno nos Estados Unidos.

Essa é a conclusão de uma pesquisa do Gartner. Segundo o instituto, os golpistas virtuais fizeram mais vítimas com seus ataques online nos últimos meses. "Quando os phishers conseguem atingir o sucesso [nos ataques], roubam cinco vezes mais do que no ano passado", aponta Avivah Litan, vice-presidente e analista do Gartner.

A perda média por ataque neste ano atingiu 1,24 mil dólares segundo o executivo, crescimento de 385% sobre o valor de 256 dólares registrado em 2005. O Gartner estima que as perdas totais nesse ano atingirão 2,8 bilhões de dólares.

O levantamento aponta ainda que 3,5 milhões de norte-americanos fornecerão informações sensíveis aos hackers em 2006, frente a 1,9 milhão em 2005.

Embora os lançamentos recentes de navegadores - como o Internet Explorer 7 e o Firefox 2.0 - incluam funcionalidades antiphishing, o executivo acredita que ainda não é possível constatar sua eficiência. "Ainda é cedo para ver quão efetivas são essas funcionalidades, mas certamente a tecnologia está alguns anos atrasada", diz.

Na avaliação do executivo, os filtros contra os golpes de phishing não estão funcionando porque os ataques estão mudando. Com isso, as ferramentas têm mais dificuldade em detectar ações maliciosas.

*Robert McMillan é editor do IDG News Service, em São Francisco.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail