Home > Notícias

Google minimiza processo contra serviço de publicação de vídeos

Empresa esclarece que ação contra Google Video atinge apenas um vídeo, enquanto analistas discutem possíveis processos contra YouTube

Por Nancy Gohring, para o IDG Now!*

10/11/2006 às 15h05

Foto:

Empresa esclarece que ação contra Google Video atinge apenas um vídeo, enquanto analistas discutem possíveis processos contra YouTube

O Google minimizou um processo contra seu serviço de vídeos, dois dias após o gigante de buscas ter revelado a ação legal.

"Este é um pequeno processo que contempla apenas um vídeo que estava disponível", disse um porta-voz do Google em um e-mail.

Em um documento entregue à Comissão de Ações e Câmbio dos Estados Unidos, o Google disse que o Google Video, site de compartilhamento de vídeo, foi alvo de um caso de infração de patente.

O buscador não revelou detalhes adicionais sobre o processo, e a Corte Distrital da California, onde a acusadora está, não lista qualquer caso relevante contra o serviço de vídeos.

O Google pode não oferecer mais detalhes sobre o processo, de acordo com o porta-voz.

A ação chamou a atenção de analistas da indústria que já se perguntaram como seria se o Google se tornasse alvo de custosos processos após a aquisição do YouTube, serviço de compartilhamento de vídeos online.

O Google lançou o Google Video no começo deste ano, mas sua popularidade foi bem menor comparada à liderança no setor do YouTube. Em outubro, o Google anunciou planos de comprar o YouTube por 1,65 bilhão em ações.

No mesmo dia em que anunciaram a aquisição, as companhias anunciaram acordos com editoras e estúdios de cinema para garantir que conteúdo seja publicado legalmente nos sites, prevenindo que conteúdo ilegal esteja disponível na web.

Ambos os sites permitem que usuários publiquem vídeos que podem não ser licenciados, com iniciativas que tentam combater material ilegal de ambos os lados.

O Google Video tem um procedimento pelo qual detentores de direitos autorais podem alertar o Google que seu conteúdo foi ilegalmente publicado. O Google responder rapidamente ao pedido, retirando o conteúdo do ar, disse o porta-voz.

*Nancy Gohring é editora do IDG News Service, em Dublin.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail