Home > Notícias

Consumidores não atualizarão com rapidez para o Vista, diz Forrester

Estudo afirma que, mesmo com melhorias, Vista não tem atrativos suficientes que motivem atualização logo após lançamento

Por Elizabeth Montalbano, para o IDG Now!*

10/11/2006 às 14h59

Foto:

Estudo afirma que, mesmo com melhorias, Vista não tem atrativos suficientes que motivem atualização logo após lançamento

Pesquisas de mercado já alertaram ao fato de que clientes corporativos não terão muita pressa em atualizar para o Windows Vista, mas um relatório da consultoria Forrester Research sugere que consumidores finais também não comprarão o sistema logo que ele for lançado.

O analista do Forrester Ted Schadler disse que clientes domésticos adotarão o Vista da mesma maneira que adotaram o Windows XP, o que vai contra as projeções da Microsoft, que imaginava que o novo sistema seria adotado duas vezes mais rápido que outros aplicativos da companhia.

"Pode ser precaução nossa, mas acreditamos que a maioria dos consumidores manterá os mesmo caminho em que se encontram: eles só comprar novos PCs quando os antigos quebram, quando os preços caíram suficientemente ou quando um evento em suas vidas motiva a compra", escreveu. "Isto significa que a melhor comparação para adoção do Windows Vista é o próprio Windows XP".

O mercado precisou de mais de 4 anos para que o Windows XP chegasse à maioria das bases instaladas de PCs e é provável que o Vista leve a mesma parcela de tempo, pontua Schadlet no documento, chamado "Uma previsão sobre a adoção doméstica do Windows".

Cerca de 76% das casam com computadores nos Estados Unidos contam com alguma versão do Windows XP. Enquanto o executivo revelou que o Vista conta com algumas melhorias de segurança e interface para usuários, nenhuma das novidades "é impactante o suficiente para motivar compras logo após o lançamento", escreveu.

No documento, Schadler previu que cerca de 12 milhões de lares terão o Vista em 2007, com crescimento esperado para 73 milhões até 2011.

Para melhorar a taxa de adoção do Vista, o documento sugere que fabricantes de hardware trabalhem com a Microsoft para garantir que todo PC comprado no último trimestre do ano esteja pronto para rodar o Vista.

Schadler também sugeriu no relatório que qualquer cliente prestes a comprar uma cópia do Windows XP em dezembro ganhe a atualização gratuita para o Windows Vista em janeiro próximo, quando o sistema estiver disponível.

Atualmente, alguns dos parceiros de hardware da Microsoft estão oferecendo cupons gratuitos, com alguns deles exigindo o pagamento de uma pequena taxa.

"Por que o consumidor tem que sofrer só por que a indústria perdeu o prazo original?", questiona Schadler.

A Forrester também sugere que a Microsoft deveria garantir que novas aplicações para o Vista oferecerão vantagens suficientes e atrair consumidores o suficiente para que haja atualizações mais rápidas.

O Windows Vista foi divulgado para fabricantes na última quarta-feira (08/11), e estará disponível para clientes corporativos no dia 30 de novembro. A Microsoft está organizando um evento em Nova York para comemorar não apenas o lançamento do Vista, mas também do Office 2007 e do Exchange Server 2007.

*Elizabeth Montalbano é editora do IDG News Service, em São Francisco.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail