Home > Notícias

AMD oficializa fim da produção de computador de baixo custo

PC de baixo custo é descontinuado pela empresa por faturamento abaixo do necessário, mesmo problema enfrentado no Brasil

Por Redação do IDG Now!*

14/11/2006 às 11h05

Foto:

PC de baixo custo é descontinuado pela empresa por faturamento abaixo do necessário, mesmo problema enfrentado no Brasil

A AMD confirmou que não vai manter a fabricação do Personal Internet Communicator (PIC), seu computador de baixo custo voltado para inclusão digital.

A confirmação foi feita pela própria companhia durante seu relatório financeiro relativo ao terceiro trimestre do ano, quando a companhia registrou faturamento de 1,3 bilhão de dólares, com lucro de 134 milhões de dólares.

"No terceiro trimestre deste ano, a companhia parou de fabricar produtos da linha PIC", afirma o documento, justificando a decisão pelo fato do faturamento da divisão não ter sido suficiente desde seu lançamento.

A oficialização do fim do PIC reflete mudanças no modelo de venda do micro para inclusão digital da AMD, que vinha sofrendo baixíssima procura no Brasil.

Em maio, a operadora Telefônica, responsável pela comercialização do PIC desde dezembro de 2005, parou de vender o micro sem qualquer alarde.

Desde a data, a comercialização ficou a cargo do Submarino, responsável anteriormente apenas pela logística de vendas.

Na ocasião, fontes próximas à fabricação do equipamento no Brasil afirmam que o PIC vinha registrando vendas irrisórias, com demanda de apenas um quarto do originalmente previsto pela operadora.

Entre dezembro de 2005 e maio deste ano, a média de vendas foi de 10 mil equipamentos, enquanto a Telefônica esperava 40 mil, segundo a fonte.

Procurada pelo IDG Now!, a AMD no Brasil ainda não se posicionou sobre o término da produção do PIC.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail