Home > Notícias

Ex-líder de vendas da CA é condenado a sete anos de prisão

Depois de o ex-CEO, Sanjay Kumar, ser condenado a 12 anos de prisão, é a vez de Stephen Richards receber sentença de sete anos

Por China Martens, para o Computerworld*

15/11/2006 às 16h36

Foto:

Depois de o ex-CEO, Sanjay Kumar, ser condenado a 12 anos de prisão, é a vez de Stephen Richards receber sentença de sete anos

O ex-diretor mundial de vendas da Computer Associated, Stephen Richards, foi condenado na terça-feira (14/11) a sete anos de prisão pela corte distrital norte-americana por fraudes financeiras cometidas na empresa.

A condenação do executivo segue a do ex-CEO da companhia, Sanjay Kumar, que foi sentenciado a 12 anos de prisão. No caso de Richards, o juiz Leo Glasser declarou que além dos 84 meses de reclusão em regime fechado, o executivo deverá passar mais três anos sob o esquema de liberdade assistida.

A sentença aplicada a Stephen Richards foi relativamente suave comparativamente ao que se esperava. Segundo o porta-voz da promotoria do estado de Nova York, esperava-se que o executivo fosse condenado a mais de cem anos de prisão.

Richards e Kumar admitiram ter culpa nas fraudes financeiras da companhia, incluindo o incidente de "maquiagem" de balanço que incluiu centenas de milhares de dólares em receita.

O ex-executivo de vendas da CA deverá se apresentar à justiça em 27 de fevereiro do ano que vem. Até lá, Richards permanecerá em liberdade vigiada.

Desde o ano passado, quando mudou seu nome de Computer Associates para CA, a companhia vem tentando se recuperar dos problemas. Em 2004, a companhia atingiu um acordo com o governo dos Estados Unidos para pagar 225 milhões de dólares às vítimas das fraudes contábeis. Nesse grupo estão incluídos investidores que compraram ações da companhia entre 20 de janeiro de 1998 e 25 de fevereiro de 2002.

"A sentença representa outro passo no processo de colocar para trás o passado da Computer Associates", comentou a porta-voz Jennifer Hallahan em um comunicado. No mesmo documento, a executiva informou que a CA tem feito progressos significativos em governança corporativa.

*China Martens é editor do IDG News Service, em Boston.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail