Home > Notícias

Vista pirata já circula na web, mas Microsoft diz que ele será inútil

Companhia diz que chave de ativação que está sendo usada nas cópias ilegais do sistema operacional será desativada

Por Robert Mullins, para o IDG Now!*

16/11/2006 às 11h09

Foto:

Companhia diz que chave de ativação que está sendo usada nas cópias ilegais do sistema operacional será desativada

A Microsoft afirmou que as supostas cópias pirata do novo sistema operacional Windows Vista terão “valor limitado” a quem utilizá-las. A companhia respondeu às notícias de que nesta semana já circulavam na rede versões pirata do Microsoft Office 2007 e do Vista.

O Vista pirata vem com uma chave de produto que os usuários podem usar para ativar o produto no computador sem pagar por ele, segundo reportagem do jornal australiano The Sydney Morning Herald.

Um segundo download, chamado de “crack” de ativação, pode ser aplicado para driblar o processo de verificação de legitimidade do Vista, segundo o Herald. As cópias piratas do Office 2007 podem ser baixadas apenas com a chave do produto, sem a segunda validação.

Mas a Microsoft afirmou em um comunicado que essas cópias não funcionarão por muito tempo. “As cópias [...] não são finais e os usuários deveriam evitar cópias não-autorizadas que podem ser incompletas ou ilegais. Esse download não-autorizado confia no uso de chaves pré lançamento para fabricantes que serão bloqueadas pelo Software Protection Platform da Microsoft”.

“A Microsoft está contente que os usuários estejam ansiosos por usar o Windows Vista”, acrescentou a companhia. A empresa ainda está avaliando relatórios de versões pirata do Office 2007 e não comentou o assunto em detalhes.

O Vista foi entregue aos fabricantes de computadores em 8 de novembro, para que os equipamentos com o sistema embarcado possam ser lançados em janeiro de 2007. O software chega individualmente às prateleiras em 30 de janeiro.

Está previsto para o dia 30 de novembro o lançamento do Vista para os clientes corporativos, bem como do Office 2007 e do Exchange Server 2007.

*Robert Mullins é editor do IDG News Service, em São Francisco.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail