Home > Notícias

Celulares puxam demanda mundial por processadores, diz estudo

Em 2009, o mercado mundial de semicondutores atingirá receita de US$ 321 bilhões, segundo pesquisa da Semiconductor Association

Por Ben Ames, para o IDG Now!*

17/11/2006 às 10h56

Foto:

Em 2009, o mercado mundial de semicondutores atingirá receita de US$ 321 bilhões, segundo pesquisa da Semiconductor Association

Puxadas pela demanda dos telefones celulares e outros equipamentos eletrônicos na região Ásia/Pacífico, as vendas de semicondutores vão crescer a uma taxa de 9% ao ano, atingindo receita de 321 bilhões de dólares em 2009, de acordo com pesquisa da Semiconductor Association (SIA).

Em 2005, de acordo com dados da mesma associação, as vendas de semicondutores foram de 227,5 bilhões de dólares.

O estudo da SIA sugere que haverá uma transição no mercado de semicondutores de chips caros para notebooks e desktops para os de baixo custo para celulares e eletrônicos de consumo.

O setor de PCs, segundo a SIA, apesar de ser o maior, está com um crescimento mais baixo que a média do mercado. A área de telefone celular vai crescer mais de 20% em 2006, atingindo 1 bilhão de unidades por ano.

Outras áreas menores estão crescendo a taxas ainda maiores são a de produção de chips para TV digital, que terá taxa de expansão de 56%, e a de MP3 players, 35%.

Ben Ames é editor do IDG News Service, em Boston.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail