Home > Notícias

SMBs brasileiras investem US$ 260 milhões em segurança em 2007

Pesquisa da AMI Partners aponta que 60% desses investimentos deverão vir das médias empresas, com até 999 funcionários

Por Redação do Computerworld

21/11/2006 às 11h07

Foto:

Pesquisa da AMI Partners aponta que 60% desses investimentos deverão vir das médias empresas, com até 999 funcionários

As pequenas e médias empresas brasileiras, com até 999 funcionários, deverão gastar cerca de 260 milhões de dólares em 2007 com soluções de segurança de TI, revela levantamento da consultoria AMI Partners.

De acordo com a pesquisa, cerca de 60% dos investimentos totais em segurança da informação serão procedentes das médias empresas, ou seja, as companhias que mantém entre cem e 999 funcionários.

De acordo com Yedda Chew, analista da AMI Partners, as pequenas e médias companhias brasileiras precisam fortalecer a segurança de sua infra-estrutura de TI em virtude, principalmente, da ascensão dos crimes digitais.

Outro estudo aponta que 72% das médias empresas brasileiras consideram melhorar a segurança dos dados e a privacidade como fator chave para o próximo ano. Nesse sentido incluem aplicações de segurança e antivírus.

“Ao passo em que os investimentos em aplicações básicas de firewall e antivírus continuam, as SMBs estão reconhecendo com mais intensidade a necessidade de implantar aplicações avançadas de segurança, como VPN e softwares de detecção ou prevenção de intrusões”, complementa a executiva.

Ainda segundo o levantamento, cerca de 50% das médias empresas do País implantaram um roteador ou uma aplicação baseada em firewall em suas operações. Ao mesmo tempo, 24% delas pretendem implementar algo desse tipo nos próximos 12 meses.

A AMI Partners estima ainda que cerca de 3 milhões de SMBs brasileiras não possuem uma solução de antivírus instalada em seus PCs.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail