Home > Notícias

Produtora francesa de filmes processa Google

Os documentários "Le monde selon Bush" e "The World According to Bush" estavam ilegalmente disponíveis no Google Video

Por Nancy Gohring para o IDG Now!*

24/11/2006 às 14h27

Foto:

Os documentários "Le monde selon Bush" e "The World According to Bush" estavam ilegalmente disponíveis no Google Video

A produtora de filmes Flach Films abriu uma ação contra o Google Inc., no tribunal comercial em Paris, acusando o gigante dos sistemas de busca de infringir direitos autorais.

A produtora francesa afirma que, mais do que um hospedeiro, o Google é responsável por permitir que usuários da Google Video vejam ou baixem os documentários "Le monde selon Bush" e "The World According to Bush", da Flach Films.

Os filmes, que foram retirados da página francesa do Google Vídeo, registraram mais de 43.000 visitas em pouco tempo. O site do Google Video exibe o número de pessoas que já assistiram a cada vídeo.

A Flach Filmes distrubui seus documentários para aparecerem como trailers em cinemas e DVDs e reclama que permitir o acesso livre aos vídeos é uma violação às leis francesas de propriedade intelectual. A Flach está pedindo ao tribunal que exija o pagamento de uma multa pelos prejuízos que a produtora teve em decorrência da exibição gratuita dos documentários.

Rapidamente, o Google removeu os filmes quando soube das cópias não autorizadas postadas no site. Divulgar vídeos ilegalmente é contra os termos de uso do Google Video, afirmou a companhia.

Não está claro se este processo é o mesmo que o Google revelou no último trimestre, arquivado pela Comissão de Câmbio e Segurança dos Estados Unidos. Naquela época, o Google explicou que se tratava de um único vídeo que ficou disponível no site por curto período.

Desde que o Google comprou o YouTube, o popular serviço de compartilhamento de vídeos, os observadores da indústria especulam sobre o fato do Google ser submetido a custosos processos movidos pelos proprietários de conteúdos distibuídos no site sem autorização.

Outras ações acusam o Google de divulgar conteúdos ilegalmente. Um grupo de jornalistas belgas está processando a companhia por infringir direitos autorais, publicando pedaços de reportagens no Google News. Editores de livros também têm ações contra o "Book Search offering", do Google

Nancy Gohring é editora do IDG News Service em Dublin.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail