Home > Notícias

Mesmo lentamente, vídeo online vem roubando espaço da TV, diz estudo

Pesquisa da BBC afirma que vídeo online diminui audiência da TV para 43% dos britânicos, mas atinge apenas 10% do público em geral

Por Redação do IDG Now!*

27/11/2006 às 12h12

Foto:

Pesquisa da BBC afirma que vídeo online diminui audiência da TV para 43% dos britânicos, mas atinge apenas 10% do público em geral

Os vídeos online estão tendo impacto negativo no tempo gasto por quase metade dos britânicos frente à TV, como sugere estudo divulgado pela BBC nesta segunda-feira (27/11).

Segundo o levantamento, conduzido pela consultoria ICM a pedido do conglomerado de mídia, 43% dos britânicos que assistem vídeos online afirmaram que passar menos horas em frente à TV graças a obras digitais no PC ou em aparelhos móveis.

Considerado alto entre os usuários que vêem obras online, o número representa impacto menor que o esperado de maneira geral, já que apenas 9% dos 2.070 entrevistados disseram assistir vídeos pela web regularmente.

Mesmo que 67% dos usuários confirmem que nunca o fizeram e nem têm planos para isto, a parcela dos entrevistados que assistem obras tende a aumentar, com três quartos deles afirmando que o número de obras assistidas atualmente é maior que no último ano.

A ICM, no entanto, afirma que o mercado britânico de vídeo online não é tão aquecido como o norte-americano, por exemplo, onde usuários já podem comprar séries e filmes por serviços como o iTunes.

A consultoria, no entanto, chama atenção para a penetração do serviço descrente conforme a faixa etária. Jovens entre 16 anos e 24 anos aparecem na liderança do levantamento, com 28% deles assumindo o ato.

Na segunda posição, apenas 10% dos usuários entre 25 anos e 44 anos assistem a vídeos online, seguida pela cifra de 6% entre entrevistados entre 35 anos e 55 anos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail