Home > Notícias

EUA e Rússia chegam a acordo para fechar site AllofMP3.com

Rússia concorda em tirar site de músicas do ar sob a condição de aumentar as suas chances de entrar para a OMC

Por Jeroen Doorn, para o IDG Now!*

29/11/2006 às 16h06

Foto:

Rússia concorda em tirar site de músicas do ar sob a condição de aumentar as suas chances de entrar para a OMC

A Russia e os Estados Unidos chegaram a um acordo para fechar o popular site de venda de músicas Allofmp3.com. Os Estados Unidos querem fechar o site russo para combater a pirataria de músicas, e a Rússia concordou em fazê-lo para melhoras as suas chances de ganhar uma cadeira na Organização Mundial do Comércio (OMC).

Moscou também concordou em fechar outros sites que infringem os direitos autorais, segundo um documento no site da agência de comércio dos Estados Unidos (U.S. Trade Representative).

O documento diz que a Rússia e os Estados Unidos vão cooperar para fechar diversos sites ligados à pirataria e cita o Allofmp3.com como principal exemplo.

O popular site de downloads vem sendo alvo de críticas de organizações como a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, do inglês International Federation of the Phonographic Industry) há algum tempo, sofrendo acusações de não pagar pelos direitos autorais das músicas que comercializa.

A representante da agência de comércio norte-americana, Susan Schwab, disse anteriormente que a Rússia jamais seria membro da OMC enquanto hospedasse sites como o Allofmp3.com.

A equipe por trás do Allofmp3.com sempre negou que o site fosse ilegal. Eles afirmam pagar taxas para a Sociedade Multimídia e Internet da Rússia (ROMS, do inglês Russian Multimedia and Internet Society), que supostamente representa os detentores dos direitos autorais e artistas na Rússia. Mas os próprias artistas afirmam não receber qualquer dinheiro da ROMS.

Há uma forte pressão internacional para que o governo russo feche o Allofmp3.com. Os preços praticados no site são cerca de um décimo do valor das músicas em lojas legais como o iTunes, da Apple.
 
*Jeroen Doorn é editor do WebWereld, em Haarlem.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail