Home > Notícias

Lançamento do Vista acirra a competição entre fornecedores de PC

Mesmo com a versão corporativa, a Dell aumentou sua oferta de serviços de tecnologia para competir por clientes com a Hewlett-Packard

Por Bem Ames, para o Computerworld

01/12/2006 às 11h15

Foto:

Mesmo com a versão corporativa, a Dell aumentou sua oferta de serviços de tecnologia para competir por clientes com a Hewlett-Packard

Mesmo com a data de lançamento da versões para usuários finais do Windows Vista prevista para 30 de janeiro de 2007, os fornecedores de PCs já estão vendendo máquinas com a edição corporativa do sistema operacional, incluindo Office 2007 e Exchange Server 2007. A perspectiva de uma corrida de atualização de hardware para suportar os requisitos do Vista levou os fabricantes de PC ao expandir seus serviços de TI.

A Lenovo anunciou que a suíte ThinkVantage, de ferramentas de produtividade para o PC, vai suportar o Windows Vista Enterprise. Os gerentes de TI corporativos vão poder, segundo a fabricante chinesa, usar a solução para auxiliar o processo de automatização de recuperação do sistema, de conectividade wireless e segurança de rede.

A Dell, por sua vez, busca os mesmos usuários. A empresa está oferecendo a aplicação online Dell Readiness Advisor, que indica a necessidade de upgrade no hardware. Além disso, a Dell também anunciou o "Vista ROI Tool", uma ferramenta que analisa o retorno de investimento na adoção do novo sistema operacional em um período de três anos. Este serviço está disponível para clientes que adquirirem pelo menos cinco licenças do Vista para servidores ou soluções de storage, desktops ou notebooks.

A expectativa para os fabricantes de hardware é que as vendas explodam com o lançamento do Vista, já que o novo sistema operacional demanda máquinas mais poderosas para rodar as novas funcionalidades de segurança, o sistema de mensageria unificada e o Aero Windows.

“Para atender as novas funcionalidades do Vista, nos recomendamos processadores dual-core, 2GB de memória RAM, maiores hard drives e telas wide-screen”, afirma Kevin Libert, gerente sênior da Microsoft Alliance for Dell.

A promessa de vendas vitaminadas é uma das razões pela qual a Dell se comprometeu a recomendar soluções como o Microsoft Exchange 2007 ao invés de apostar em produtos competitivos como o Lotus Notes da IBM ou o Domino da Novell.

Independente das alianças, a Microsoft viu aumentar a tensão no seu relacionamento com fabricantes de PC graças aos vários adiamentos para o lançamento do novo sistema operacional. Diversos fornecedores estão receosos agora com suas vendas de final de ano, prevendo que os consumidores finais vão segurar as compras até janeiro para adquirir produtos com o Vista para usuários finais.

Para diminuir esse problema, a Microsoft ofereceu cupons para usuários que garantem um upgrades gratuito para o Vista em 2007, desde que o computador seja adquirido antes da virada de ano. A MS, no entanto, pode ter esperado demais para adotar essa iniciativa, já que é comum aos usuários finais ter um ritmo lento de adoção de novas tecnologias.

Para a Dell, a adoção do Vista corporativo vai acontecer com alguns “early adopters” a partir de hoje (30 de novembro de 2006), mas vão crescer para chegar cerca de dois terços do total de usuários em três anos.

Esse cenário está baseado na experiência da Dell em vender computadores e serviços para sua carteira de clientes com cerca de cinco milhões de usuários. O processo de migração, apenas para as sucessivas versões do servidor de e-mails Microsoft Exchange nos últimos cinco anos, dá uma boa pista como será o desempenho do Vista.

“Hoje, 60% da nossa base de usuários estão utilizando a versão mais recente do servidor de mensagens, o Exchange 2003. Apenas 30% deles ainda está Exchange 2000 e menos de 10% continua com a versão original, o Exchange 5.5”, conclui Libert.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail