CCE e Positivo fabricam notebook educacional barato da Intel no Brasil

Empresa lança oficialmente no país notebook educacional que concorre com XO, da OLPC, com integração nacional de componentes

https://pcworld.com.br/idgnoticia2006-12-054596741098/
Clique para copiar

Empresa lança oficialmente no país notebook educacional que concorre com XO, da OLPC, com integração nacional de componentes

A Intel anunciou nesta terça-feira (05/11) que não apenas trará ao país em 2007 o ClassMate PC, mas também fabricará no Brasil sua linha de notebooks educacionais.

A fabricação dos portáteis educacionais ficará a cargo das brasileiras Positivo e CCE. O notebook educacional da Intel terá duas versões: uma com sistema operacional Linux e outra com o Windows Starter Edition, da Microsoft. A Positivo promete as primeiras entregas do laptop barato para março de 2007.

A companhia anunciou também que doará cerca de 800 ClassMates PCs para testes escolares com notebooks realizados pelo Ministério da Educação junto à Assessoria Especial da Presidência.

Mesmo após admitir que o ClassMate PC poderia custar 250 dólares, a Intel voltou a afirmar que seu custo estimado é de 400 dólares. O XO, da OLPC, tem custo de 150 dólares, mas o objetivo é chegar a 100 dólares até 2008.

O anúncio é feito dez dias após o presidente da organização One Laptop per Child, Nicholas Negroponte, ter visitado ao Brasil para dar ao presidente Lula o primeiro XO fabricado.

Na ocasião, Negroponte ainda confirmou que a OLPC doaria mil portáteis para que o governo brasileiro realizasse os testes. Marcada para chegar em dezembro, o notebooks da OLPC chegará apenas em janeiro, afirma José Aquino, assessor especial da Presidência.

A fabricação do ClassMate PC, segundo a empresa, tem relação com o sucesso alcançado pelos testes conduzidos pela Intel com o ClassMate PC junto a estudantes da Fundação Bradesco, em Campinas.

Adiantado pelo IDG Now! em outubro, os testes na Fundação envolveram 46 notebooks educacionais para 130 alunos da 3ª série e 6ª série do Fundamental e da 1º série do Ensino Médio durante setembro e novembro.

Segundo a Intel, o ClassMate PC será oferecido para escolas públicas e privadas pelas integradoras responsáveis - CCE e Positivo.

Logo após a visita de Negroponte, em encontro com a imprensa, Max Leite, gerente do centro de defininção de plataforma da Intel, indicou pela primeira vez que o ClassMate PC teria maior espaço entre colégios privados, e não em públicos, como o XO, da OLPC.

"O espaço educacional no Brasil é grande demais para depender apenas de uma ferramenta", afirmou Leite.

*Com colaboração de Mário Nagano, editor de testes da PC World

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site