Home > Notícias

Prazo vence e YouTube não retira vídeos conforme solicitação japonesa

Associação diz que ainda espera uma resposta nesta sexta-feira (15/12), prazo final para que o site tomasse providências

Por Martyn Williams, para o IDG Now!*

15/12/2006 às 11h19

Foto:

Associação diz que ainda espera uma resposta nesta sexta-feira (15/12), prazo final para que o site tomasse providências

Um grupo de 23 empresas japonesas de entretenimento e emissoras ainda não recebeu resposta do You Tube a respeito das preocupações com infração de patente pelo popular site de vídeos levantadas no início do mês de dezembro.

A Sociedade Japonesa de Direitos dos Autores, Compositores e Editores enviou uma carta com assinatura de 23 organizações ao chief executive officer (CEO) do You Tube, Chad Hurley, e ao chief technology officer (CTO), Steve Chen, em 5 de dezembro, pedindo providências da empresa para identificar e remover conteúdos proprietários da plataforma.

Na carta, pediam resposta no máximo até 15 de dezembro, esta sexta-feira. “Ainda não recebemos resposta, mas o dia apenas começou nos Estados Unidos”, disse Kosuke Hayashi, porta-voz da associação. “Não acho que vão ignorar a carta”, acrescentou. Procurado pela reportagem, o You Tube não estava disponível para comentar o assunto.

Logo após o envio da carta, a empresa confirmou que ela havia sido recebida e estava sendo avaliada. O You Tube lida com a infração de patente pedindo que os autores formalizem um pedido com documentos que comprovem a propriedade intelectual. Em outubro, a empresa retirou mais de 30 mil vídeos da plataforma, a pedido da mesma associação, mas tão logo foram retirados, novas versões voltaram a aparecer na rede.

*Martyn Williams é editor do IDG News Service, em Tóquio.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail