Home > Notícias

Vendas do PS3 sobem após lançamento decepcionante no Japão

Dados da Media Create apontam que vendas do console na primeira semana de dezembro subiram 60% graças à melhora na distribuição do PS3

Por Martyn Williams, para o IDG Now!*

21/12/2006 às 11h53

Foto:

Dados da Media Create apontam que vendas do console na primeira semana de dezembro subiram 60% graças à melhora na distribuição do PS3

As vendas do Playstation 3 em seu mercado natal finalmente começaram a subir, quatro semanas após o console ser lançado, de acordo com dados da Media Create.

Os números da semana entre 4 e 10 de dezembro representaram um aumento de 60% em relação à semana anterior e poderia indicar que a fabricante Sony Computer Entertainment está mantendo sua promessa de aumentar a produção do PS3.

A quantidade de consoles vendidos caiu pela primeira vez nas primeiras três semanas após o lançamento graças à inabilidade da Sony em manter a demanda.

As vendas no período atingiram 50.171 consoles, disse a Media Create, o que faz dela a segunda melhor semana para o PS3 desde seu lançamento, no começo de novembro, quando 81.639 consoles foram vendidos, de acordo com a análise.

O console se mantém difícil de encontrar nas lojas japonesas e ainda atrai diversos clientes que pagam a mais para comprar consoles em sites de leilão.

Nesta quinta-feira, os dois modelos mais caros à venda no Yahoo Auction atingiam lances de 559 dólares, enquanto o preço sugerido pela Sony é de 500 dólares.

A Sony teve que cortar planos de produção do PlayStation 3 por problemas com a obtenção de lasers azuis para o console. Os lasers são importantes componentes para o drive de Blu-Ray que acompanha o console.

A companhia planejava lançar 2 milhões de consoles para um lançamento simultâneo entre Japão, Estados Unidos e Europa e outros 2 milhões até o fim de 2006 e mais 2 milhões nas lojas até março de 2007.

Os números caíram para apenas 2 milhões até o final de 2006 e o lançamento europeu foi atrasado para o primeiro trimestre de 2007.

No entanto, a Sony ainda não mudou seu alvo de 6 milhões de consoles disponíveis até o final de março e, na semana passada, Ryoji Chubachi, presidente e chief executive officer da divisão de eletrônicos da Sony, confirmou que os planos continuam intocados.

Os dados mais recentes da Media Create mostram também que não é apenas a Sony que está sofrendo com falta de componentes. A Nintendo, que lançou seu console Wii no Japão no dia 2 de dezembro, viu suas vendas caírem rapidamente durante a primeira semana de vendas graças ao baixo estoque de consoles.

Mais de 350 mil Wiis foram vendidos durante o lançamentos, caindo para 85.349 na semana entre os dias 4 e 10 de dezembro, disse a Media Create.

*Martyn Williams é editor do IDG News Service, em Tóquio.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail