Home > Notícias

Hitachi e Seagate preparam anúncio de disco rígido de 1 Terabyte

Com essa capacidade, o consumidor poderá armazenar 250 mil músicas em MP3. O maior disco rígido atualmente é de 500 GB

Por Martyn Williams, para o IDG Now!*

05/01/2007 às 15h00

Foto:

Com essa capacidade, o consumidor poderá armazenar 250 mil músicas em MP3. O maior disco rígido atualmente é de 500 GB

Dois grandes fabricantes de disco rígido, a Seagate e a Hitachi, anunciaram, na quinta-feira (04/12), que planejam colocar no mercado produtos capazes de armazenar 1 Terabyte (1.000 Gigabyte) de conteúdo na primeira metade deste ano.

Com essa capacidade, o consumidor poderá armazenar 250 mil músicas em MP3. O maior disco rígido atualmente é de 500 GB.

A Hitachi disse que seu drive estaria disponível nas lojas antes do fim de março por 399 dólares. Modelos para o uso em gravadores de vídeo digital e servidores de computadores corporativos virão no segundo semestre, quando o volume da produção crescer, disse Doug Pickford, diretor de vendas e estratégia de produtos da empresa.

O drive 7K 1000, que será apresentado no Consumer Electronics Show (CES) na próxima semana, em Las Vegas, terá cinco discos de 3,5 polegadas para estocar conteúdo. Ele terá a interface SATA (Serial Advanced Technology Attachment) na versão que chega às lojas. Um modelo com o antigo PATA (Parallel Advanced Technology Attachment) virá depois, declarou Pickford. A velocidade rotacional será de 7.200 rpm (rotações por minuto).

A Seagate disse em uma declaração que planeja começar a vender seu drive de 1 TB em meados da primeira metade de 2007, para grandes consumidores, como vendedores de sistemas e computadores durante esse período. A empresa não forneceu mais detalhes, como o preço.

Drives com capacidade de armazenamento em TB, há muito um alvo da indústria, começaram a se tornar projetos alcançáveis nos últimos anos, quando os fabricantes passaram a usar uma nova tecnologia chamada gravação perpendicular.

Assim como a gravação longitudinal que tem sido utilizada recentemente, a perpendicular se baseia em partículas magneticamente carregadas para armazenar dados. Nos drives longitudinais, os pólos norte e sul das partículas magnéticas correm paralelos ao disco, mas no novo método, elas são distribuídas perpendicularmente ao disco (formando um ângulo de 90 graus). O resultado é que cada partícula ocupa menos espaço na superfície do disco, aumentando o número de partículas que podem ser comprimidas no disco.

O novo drive da Hitachi comprimirá 148 G bits de dados em cada polegada quadrada de espaço. Em comparação, o drive de 3,5 polegadas da empresa com maior capacidade atualmente comporta apenas metade disso. É um modelo 500 GB baseado em gravação longitudinal.

*Martyn Williams é editor do IDG News Service, em Tóquio.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail