Home > Notícias

Apple justifica taxa para ativar redes do padrão 802.11n em Macs

"Contribuição" de US$ 1,99 para ativar acesso a redes 802.11n em Macs com chips Intel faz parte de obrigações fiscais, diz Apple

Por Peter Cohen, para o IDG Now!*

19/01/2007 às 12h52

Foto:

"Contribuição" de US$ 1,99 para ativar acesso a redes 802.11n em Macs com chips Intel faz parte de obrigações fiscais, diz Apple

Por regras fiscais, usuários do Mac com hardware que suporta as redes 802.11n que queiram aproveitar sua maior velocidade terão que pagar 1,99 dólar para que um software permita a troca de dados pelo protocolo.

Na semana passada, durante a McWorld Expo, a Apple introduziu uma nova base para redes sem fio AirPort Extreme que suporta o novo padrão; o aparelho inclui uma aplicação que permite que alguns Mac novos acessem as redes com velocidade maior.

Este software atualiza a maioria dos Macs com os processadores Core 2 Duo ou Xeon, da Intel, para que todos suportem o esboço de especificação do padrão 802.11n, que troca dados até cinco vezes mais veloz em distâncias duas vezes maiores, comparados ao atual padrão 802.11g.

A nova estação está sendo introduzida quase que simultaneamente com a Apple TV, aparelho armazena filmes e outros conteúdos digitais e os transmite do PC para TVs.

Enquanto o software vem com a AirPort Extreme Base Station, que custa 179 dólares nos Estados Unidos, usuários de Macs com outros roteadores que suportam o 802.11n que queiram aproveitar o padrão podem baixar o software do site da Apple por por uma chamada "taxa nominal" de 1,99 dólar.

"A contribuição nominal para o software das redes 802.11n é necessária para que a Apple cumpra com princípios fiscais gerais para o reconhecimento de faturamento, que geralmente pedem a cobrança de pequenas quantias para melhorias, como é o caso do 802.11n, a produtos previamente comprados", afirmou Terese Brewer, diretora de relações públicas do setor de hardware da Apple.

A Apple planeja eventualmente incluir o software do padrão 802.11n em todos os novos Macs que tenham o hardware apropriado, acrescentou Brewer.

*Peter Cohen é repórter do MacWorld

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail