Home > Notícias

MS, Google e Yahoo se unem por liberdade de expressão e privacidade

Empresas acusadas no passado de colaborar com censura e monitoramento se juntam a ONGs para criar código de conduta digital

Por Steven Schwankert, para o IDG Now!*

19/01/2007 às 11h02

Foto:

Empresas acusadas no passado de colaborar com censura e monitoramento se juntam a ONGs para criar código de conduta digital

A Microsoft , o Google e duas outras empresas de tecnologia vão desenvolver um código de conduta junto a uma coalizão de organizações não-governamentais (ONGs) para promover a liberdade de expressão e o direito à privacidade, anunciaram as empresas nesta sexta-feira (19/01).

As duas empresas mais o Yahoo e o Grupo Vodafone Group disseram que o novo direcionamento vem de conversas as organizações Business for Social Responsibility (Negócios pela Responsabilidade Social) e Berkman Center for Internet & Society (Centro Berkman de Internet & Sociedade), na Escola de Direito de Harvard.

As empresas de tecnologia são acusadas de prover equipamentos e softwares que possibilita a governos censurar informações e monitorar as atividades online e offline dos cidadãos. No ano passado, o Google foi criticado por fornecer uma ferramenta de busca censurada na China.

Já a subsidiária do Yahoo foi citada por um grupo de direitos humanos por ter ajudado o governo chinês a identificar ativistas políticos, que acabaram presos por postar informações contra o governo na web.

As partes envolvidas no novo acordo disseram que vão desenvolver um sistema que tornará os signatários responsáveis por suas ações nas áreas de liberdade de expressão e direito à privacidade.

Além das duas ONGs já citadas, o grupo que será responsável pelas diretrizes inclui a Electronic Frontier Foundation; a Human Rights Watch e a Reporters Without Borders, todas organizações ligadas à liberdade de expressão e aos direitos humanos e digitais.

*Steven Schwankert é editor do IDG News Service, em Pequim.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail