Home > Notícias

Governo define escolas que vão testar laptops de 100 dólares

Escola Estadual de Porto Alegre e Escola Municipal de Ensino Fundamental em São Paulo são as primeiras a receber o XO

Por Camila Fusco, repórter do Computerworld

31/01/2007 às 11h52

Foto:

Escola Estadual de Porto Alegre e Escola Municipal de Ensino Fundamental em São Paulo são as primeiras a receber o XO

A Escola Estadual Luciana de Abreu, em Porto Alegre (RS), e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Ernani Silva Bruno, São Paulo (SP), são as duas primeiras instituições de ensino da rede pública a testar os equipamentos do programa Um Computador por Aluno, do governo federal.

Segundo o assessor da presidência da República, José Luiz Aquino, em fevereiro cada escola receberá 100 equipamentos produzidos pela fabricante Quanta. Posteriormente, serão entregues mais 400 máquinas, já do novo lote de produção.

“Como existiram alguns problemas durante a fase beta, optamos por iniciar o projeto com um número reduzido de máquinas. Os equipamentos subseqüentes já virão com as falhas corrigidas”, comenta Aquino. Entre os problemas apresentados no lote em teste estavam defeitos na bateria e no touchpad – sensor para navegação que substitui o mouse.

Quando as primeiras conversas sobre o projeto começaram a circular, o plano ideal do governo apontava para a utilização do laptop como material didático semelhante a um livro – com a possibilidade de o aluno levá-lo para casa e compartilhar o conhecimento com a família. No entanto, a definição sobre a forma do uso dos computadores deverá ficar mesmo a cargo da própria instituição.

No caso de São Paulo, por exemplo, como a escola é de grande porte e o número de máquinas ainda será inferior do que o total de alunos – 1,2 mil – os laptops deverão permanecer em sala de aula, sendo aproveitados por todos os turnos.

“Já em Porto Alegre, com um número menor de estudantes, será possível distribuir um laptop para cada aluno. Porém, a questão de levar ou não para casa dependerá de um acordo entre a escola, os pais e os professores”, comenta.

As demais cidades escolhidas para testar o laptop – Manaus (AM), Palmas (TO), João Pessoa (PB), Piraí (RJ), Rio de Janeiro (RJ), Tiradentes (MG) e Brasília (DF) – deverão ter a escola definida nas próximas semanas. O cronograma do governo prevê que até o fim do primeiro semestre, todas as cidades escolhidas já tenham os laptops em funcionamento.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail