Home > Notícias

Serpro testa desempenho de software do laptop educacional Mobilis

Portáteis seguirão de Brasília para o Centro de Especialização Unix-Linux em Recife (PE), para testes de desempenho e software

Por Camila Fusco, repórter do Computerworld

07/02/2007 às 19h49

Foto:

Portáteis seguirão de Brasília para o Centro de Especialização Unix-Linux em Recife (PE), para testes de desempenho e software

O Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) recebeu nesta semana dois protótipos do laptop educacional Mobilis, desenvolvido pela indiana Encore.

Os equipamentos devem seguir de Brasília para o Centro de Especialização Unix-Linux em Recife (PE), onde passarão por testes de desempenho e software.

O Serpro é uma das entidades que integra o Programa Um Computador por Aluno (UCA), do governo federal, que estuda a aplicação pedagógica do computador no universo escolar brasileiro.

Segundo Robinson Margato, superintendente do Serpro, a participação do Serpro no projeto é fundamental, pois ela tem condições de avaliar tecnicamente o hardware e a configuração de software proposta, sugerindo alterações, caso necessário, para a adequação do equipamento às necessidades do programa.

O Mobilis é um dos três protótipos testados pelo Ministério da Educação para programas de inclusão digital nas escolas brasileiras.

Além de rodar Linux, o protótipo tem tela com tecnologia LCD de 7 a 7,5 polegadas, bateria com autonomia de até seis horas, saída VGA, placa Ethernet, modem, som estéreo e microfone embutidos.

Na última semana, o Laboratório de Estudos Cognitivos, ligado à Universidade Federal do Rio Grande do Sul, anunciou que recebeu 4 portáteis indianos para testes relacionados ao projeto UCA.

Coordenado pela pedagoga Léa Fagundes, o grupo afirmou que se concentrará em avaliações sobre a viabilidade pedagógica, "possibilidade para o trabalho cooperativo, potencial para inovação curricular e mudanças das práticas pedagógicas estabelecidas".

Um piloto do UCA será lançado em fevereiro, quando a Escola Estadual Luciana de Abreu, em Porto Alegre (RS), e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Ernani Silva Bruno, São Paulo (SP).

Elas serão as duas primeiras escolas a contar com os equipamentos. Cada uma delas receberá 100 máquinas do XO, computador idealizado por Negroponte e projetado pela ONG OLPC (One Laptop Per Child).

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail