Home > Dicas

Desktop eficiente em 12 passos

Da memória ao HD; do gravador de DVDs à comunicação por Bluetooth, a PC WORLD separou dicas que vão melhorar a sua relação com o PC

Por Redação PC World (EUA)

13/02/2007 às 11h10

dicas_hard70x84.jpg
Foto:

Da memória ao HD; do gravador de DVDs à comunicação por Bluetooth, a PC WORLD separou dicas que vão melhorar a sua relação com o PC

dicas hardware 100 1201) GANHE ESPAÇO EM DISCO

Um grande consumidor de espaço em disco é a Restauração de Sistema do Windows, que costuma usar muitos megabytes para acomodar pontos de restauração que raramente são utilizados. Para diminuir isso, clique com o botão direito em Meu Computador, escolha Propriedades, abra a guia de Restauração do Sistema e arraste o controle deslizante para de 3% a 5%, suficientes para guardar dois pontos de restauração. Remover arquivos desnecessários também ajuda. Clique em Iniciar, Executar, digite cleanmgr /sageset:99 e tecle Enter. Marque os arquivos que deseja eliminar e clique em Ok.

2) DESFRAGMENTAR É PRECISO

É recomendável desfragmentar o HD pelo menos uma vez por mês, pois discos muito fragmentados deixam o sistema lento. Para isso, selecione Iniciar, Todos os Programas, Acessórios, Ferramentas de Sistema, Desfragmentador de Disco. Lembre-se de que é preciso pelo menos 15% do espaço total do HD livre para o utilitário rodar.

3) PROGRAMAS INDESEJÁVEIS

Quando você liga seu computador, muitos programas são carregados automaticamente, o que torna o processo e o funcionamento mais lento. O software gratuito Startup Control Panel lista todos os programas que iniciam automaticamente no seu computador.

Depois de baixar e instalar o utilitário, clique em Iniciar/Painel de Controle/Startup e escolha uma das guias Startup. Desmarque a caixa ao lado de um programa indesejado para impedi-lo de abrir quando o Windows inicia. Reinicie sua máquina depois de usar o Startup Control Panel.

4) CAPACIDADE EXTRA

Quando os fabricantes de processadores ajustam a velocidade desses componentes, procuram um ponto de equilíbrio entre segurança e desempenho. Mas é possível turbinar o processador por meio de overclocking e obter melhor desempenho.

Para isso, altera-se a freqüência ou o ajuste de voltagem no programa de setup do PC, ou ainda ajusta-se diretamente na placa-mãe. No entanto, é preciso descobrir até onde se pode ir. Quem faz isso com freqüência costuma realizar pequenos incrementos na velocidade de clock e retorna a um passo anterior assim que percebe alguma instabilidade ou pequenas falhas do sistema.

Fornecedores como Dell e HP costumam travar a velocidade das CPUs para evitar que aventureiros torrem os chips e depois procurem por suporte técnico. Saiba mais sobre aceleração do processador em www.pcworld.com.br/overclock.

5) TROQUE A CPU

Se turbinar o processador não forneceu a melhoria esperada, a saída é mesmo trocar o chip. Visite o site do fabricante da placa-mãe para descobrir quais modelos são compatíveis e a velocidade máxima de CPU que ela suporta.

Adquira, então, o melhor processador que for compatível, mas fique atento ao fato de alguns chips novos serem bem mais caros que modelos já disponíveis, apenas por serem lançamentos. E a performance pode ser semelhante à de modelos mais baratos.

6) FAÇA UMA FAXINA – MESMO

Micros que operam a uma temperatura maior do que a ideal costumam ter baixo desempenho. Como melhorar isso? Providencie uma boa limpeza das saídas de ar. Depois, abra o gabinete e, gentilmente, aspire a poeira acumulada, principalmente nas ventoinhas e dissipadores de calor. Redistribua os cabos internos pelas laterais do gabinete, mas longe das saídas de ar. E deixe o gabinete afastado alguns centímetros de paredes ou laterais de escrivaninhas.++++

7) MEMÓRIA É ESSENCIAL

A Microsoft diz que o Windows XP roda com 64 MB de RAM, suficientes, digamos, para aplicações como o “complexo” Notepad. Programas mais pesados exigem 128 MB de memória, mas o sistema provavelmente irá afundar sem, ao menos, 256 MB. Micros com menos de dois anos de uso devem ter pelo menos 512 MB.

Rodar o Vista Premium adequadamente vai exigir o dobro dessa quantidade. Na hora de comprar memória nova, saiba que algumas revendas aceitam módulos antigos como parte do pagamento.

8) FAÇA EXPANSÕES COM SATA

Aumente a capacidade de armazenamento do micro com a nova geração de HDs (internos ou externos) Sata, que oferecem maior velocidade de transferência de dados. Mas saiba que pode ser necessário instalar uma interface de comunicação nesse padrão. Se o sistema não conta com essa facilidade, existem placas PCI que suportam até dois drives Sata. Algumas placas oferecem até conexões para rede GigabitEthernet.

9) BACKUP EXTERNO

Discos rígidos externos são mais caros, mas são muito versáteis para fazer backup (confi ra nosso comparativo de HDs externos nesta edição). Com um deles conectado ao PC, é possível agendar o backup diário do sistema no Windows XP e, se for um dispositivo compartilhado na rede, receber o backup de todas as máquinas. Use-os para transferir arquivos grandes entre sistemas
rapidamente.

10) MIGRE PARA UM GRAVADOR DE DVDS

Considere a troca da unidade de CDs (principalmente se ela apenas lê estes discos) por um gravador de DVDs. Modelos mais recentes (com preços a partir de 150 reais) trabalham com formatos DVD+R/RW e DVD-R/RW, suportam camada simples ou dupla, e podem armazenar até 8 GB de dados. Em vez de cópias de segurança em dezenas de CDs, você pode ter o mesmo conteúdo em um ou dois DVDs.

11) DECIDA-SE SOBRE O SOM

Se você não adicionou um home theater de 5.1 canais ao sistema, é provável que o som que você ouve no micro venha de uma placa de som genérica ou ainda do chip de áudio integrado à placa-mãe e distribuído por de alto-falantes de qualidade duvidosa. Um upgrade interessante pode ser obtido com a adição de um amplificador de áudio de baixo custo à saída de áudio do micro.

12) VÁ DE BLUETOOTH

Telefones celulares e muitos dispositivos portáteis já vêm de fábrica com tecnologia Bluetooth instalada, muito útil para conectar fones e transferir dados, tudo sem fio. Mas desktops (e até alguns notebooks) carecem dessa facilidade.

Adaptadores USB, de baixo custo e do tamanho de um pen drive resolvem esse problema, e podem sair mais barato que adquirir um cabo de comunicação para transferir fotos do celular para o micro, por exemplo.

Confira mais dicas na reportagem de capa da edição 175 da revista PC WORLD, já nas bancas. São mais de 50 dicas de hardware que irão ajudar você a tirar melhor proveito de seus equipamentos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail